Um dos maiores falhanços recentes do Twitter foi o serviço Twitter #Music: era um serviço focado na descoberta e partilha de novos artistas e respetivas músicas. Poucos meses depois o serviço foi descontinuado. Muitos pensaram que este seria o momento em que a rede de microblogues deixaria de lado a ideia de investir no mercado musical, mas não. No início do ano investiu na startup de hardware Musik – que fabrica auscultadores – e agora faz um investimento no Soundcloud. Existe muita especulação sobre qual o real interesse do Twitter nestas empresas, mas a verdade é que até agora ainda não houve sinais concretos. É esperar para ver.

Estas são as notícias de destaque desta quarta-feira.

Chic-by-Choice considerada a melhor startup na área da moda: Com uma plataforma online que permite o aluguer de vestidos de marcas de luxo a jovem empresa portuguesa venceu os prémios The Europas. Em abril uma das cofundadoras do projeto, Filipa Neto, disse em entrevista ao FUTURE BEHIND que o objetivo da startup é “criar um mercado online que consiga garantir aos retalhistas uma terceira opção de faturação”. Para os prémios The Europas estavam nomeadas mais três startups e uma incubadora portuguesas.
Fonte: Jornal de Negócios

Redes sociais são principal fonte de informação: Abrir o Facebook ou o Twitter de manhã para saber que novidades existem no mundo já é um hábito para 50% dos utilizadores online. Para 12% dos internautas as plataformas sociais são mesmo a principal fonte de informação. O estudo do Instituto Reuters diz ainda que os jovens são aqueles que preferem as redes sociais como fonte de notícias.
Fonte: Público

Twitter investe 70 milhões de dólares no Soundcloud: A rede social de microblogues já mostrou várias vezes que o segmento da música é um que lhe interessa, apesar de nunca ter conseguido afirmar-se de alguma forma nesse ramo. Agora o Twitter volta à carga com um investimento na plataforma de streaming Soundcloud. Não é certo se este investimento tem algum objetivo em termos de produto para a rede social, como incluir músicas e sons na rede de microblogues.
Fonte: Recode

Rhapsody agora é Napster: A partir de agora o nome oficial da Rhapsody assim como o logótipo das suas aplicações vão ser substituídos pela marca Napster. A mudança apenas afeta a marca e não qualquer funcionalidade do serviço. Recorda-se que a Rhapsody comprou a Napster em 2011, mas só agora parece querer assumir a entidade daquele que ficou conhecido como a plataforma – na altura ilegal – que ajudou a mudar a música digital.
Fonte: Billboard

Harley-Davidson espera ter motociclo totalmente elétrico em cinco anos: A icónica marca norte-americana de motociclos definiu uma data para colocar um veículo elétrico nas estradas: 2021. A trabalhar há dois anos no projeto LiveWire, só agora é que os trabalhos na moto comercial é que vão começar.
Fonte: Asphalt and Rubber