Terminou do domingo, 26 de maio, a maior feira de ‘mostra e conta’ do país. Na sessão de encerramento o diretor executivo da Bright Pixel, Celso Martinho, disse que a edição de 2016 excedeu as expectativas da organização. “O primeiro ano foi um salto de fé, resultou na esperança que tínhamos no movimento dos makers”, recordou relativamente à primeira edição.

“Para nós tem sido um prazer a feira aumentar em número, em notoriedade, mas também em diversidade”, acrescentou o CEO daquela que foi uma das entidades organizadoras. E Celso Martinho não teve dúvidas em dizer: “esta foi a mais diversificada de todas as Maker Faire”. Terminou com um “obrigado e todos os makers”.

Pode recuperar alguns dos projetos da Maker Faire Lisboa 2016 no especial que o FUTURE BEHIND montou sobre o evento. Para terminar fica um resumo, em imagens, dos projetos e das pessoas que tomaram de ‘assalto’ o Pavilhão do Conhecimento, no Parque das Nações em Lisboa.

Maker Faire Lisboa 2016 maker-faire-lisboa (2) Maker Faire Lisboa 2016 Maker Faire Lisboa 2016 Maker Faire Lisboa 2016 Maker Faire Lisboa 2016 Maker Faire Lisboa 2016 Maker Faire Lisboa 2016 Maker Faire Lisboa 2016 Maker Faire Lisboa 2016 Maker Faire Lisboa 2016 Maker Faire Lisboa 2016 Maker Faire Lisboa 2016 Maker Faire Lisboa 2016 Maker Faire Lisboa 2016 Maker Faire Lisboa 2016