Mais um ano, mais um Football Manager. É já dia 19 de novembro que chega às lojas o tão aguardado Football Manager 2020, o jogo que já faz parte da nossa carreira enquanto treinadores de bancada há largos anos. No entanto, cada vez que sai um novo título de gestão desportiva, ou mesmo simulação como FIFA 20, acabamos por fazer sempre a mesma pergunta: será que vale a pena comprar o novo jogo em detrimento do anterior?

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

É esta a questão que tentamos responder com esta análise, Serao as atualizações boas o suficiente para nos fazer adicionar mais um título desportivo à nossa biblioteca de jogos?

Este ano, a SEGA e a Sports Interactive decidiram implementar algumas novidades a nível gráfico mas também nos centros de treino, na visão dos clubes para o presente e futuro ou no staff, mas não se ficaram por aqui, as alterações são muitas… já lá vamos. O menu inicial é igual ao dos outros anos onde podemos escolher entre modos como: Carreira, Online ou até mesmo o modo Draft.

A carreira é a alma de Football Manager 2020

Quando começamos uma nova carreira em Football Manger uma das formas de angariar dinheiro, principalmente se começarmos fora das equipas de topo mundial, é conseguir comprar jogadores jovens para no futuro conseguir vender por um valor mais alto, e assim lucrar com estas futuras estrelas do futebol mundial e assim cumprir os objetivos da época.

Este aspeto está um pouco mais facilitado já uma das novidades é o facto de agora podermos projetar o clube não só a curto, mas também a longo prazo. Por exemplo, podemos pegar num plano a 5 anos com diferentes objetivos para cada ano. Objetivos esses que poderão sempre ser alterados caso sejam facilmente cumpridos, ou não, no primeiro ano.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Com isto acaba por ser mais fácil acompanhar as equipas jovens na academia do clube ou mesmo as equipas secundárias como as sub-23 para podermos, quem sabe, encontrar um Cristiano Ronaldo ou um João Felix. No menu do clube temos todas as informações necessárias para podermos acompanhar a evolução dos nossos jogadores, para além disso o nosso staff vai fornecendo informações sobre os jogadores para nos mantermos sempre informados sobre as evoluções dos mesmos, quer estejam no clube ou emprestados pelo mundo fora.

Depois de ouvir o feedback dos utilizadores a equipa responsável por Football Manager 2020 resolveu dar uma experiência diferente a cada clube. A gestão do clube não se fica pelas salas de reuniões, agora com os tais planos a 5 anos temos mais para nos preocupar… em traços gerais a visão, e gestão, do clube divide-se em 3 partes: cultura, objetivos contínuos e plano a 5 anos.

Tal como nos últimos anos, o staff  continua a ter grande influência em Football Manager 2020, principalmente través dos objetivos da cultura do clube, sendo que estes podem incluir metas sobre a política de transferências ou mesmo o estilo de futebol que a direção do clube quer ver implementado. Falando em objetivos de cultura: tenham em atenção, pois a direção do clube que escolherem para começar a vossa carreira vai dar quase tanta importância a estes objetivos como aos desportivos.

Objetivos… para cumprir

Os objetivos do plano de cinco anos são divididos temporada a temporada e vão mostrando o caminho para que o nosso clube consiga alcançar um nível mais alto no jogo, caso este seja o nosso plano… mas quem não gostaria de alcançar mais e melhor com o clube do seu coração?

Estes objetivos podem incluir metas financeiras, de infraestruturas ou mesmo concorrência. Por exemplo, se escolhermos um clube da segunda divisão portuguesa com o objetivo de participar nas competições europeias poderá ser este o nosso plano:

Ano 1 – Conseguir a promoção para a primeira divisão

Anos 2 e 3 – Manter a equipa na primeira divisão

Ano 4 – Colocar a equipa na primeira metade da tabela

Ano 5 – Atingir o objetivo – Competições Europeias

Já os objetivos contínuos, tal como o nome indica, consistem em tarefas que temos de cumprir durante o nosso contrato enquanto treinador. Normalmente são objetivos enraizados na identidade do clube como, por exemplo, caso a filosofia do clube assente no futebol de formação cabe-nos a nós, enquanto treinadores, encontrar jogadores para entrarem para a nossa academia e mais tarde para a equipa principal.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Enquanto falamos dos objetivos para nós, enquanto treinadores, importa referir que a nível gráfico houve um melhoramento na aparência dos treinadores e jogadores para que estes tenham um aspeto mais natural, as roupas e equipamentos também foram mudados para terem um ar mais real. Já nos estádios são mais percetíveis as diferenças climatéricas ou mesmo as poças de água no campo de jogo. Estas ultimas fazem com que as entradas em carrinho deixem um rasco de agua no relvado… pequenas coisas que nos deixam felizes, principalmente seguindo a série há tantos anos.

Staff e jogadores

Football Manager 2020 tenta ser um puro simulador de futebol, a pensar nisso a Sports Interactive ouviu os clubes para tentar melhorar a experiência. Como resultado consegue-se perceber diferenças na interatividade para com o nosso staff. Tal como acontecia em edições anteriores, mas agora mais completo, antes dos jogos o nosso staff dar-nos-á indicações sobre a melhor equipa a escolher para aquele duelo em particular, indicações essas que podemos acolher ou não.

As indicações no decorrer do jogo estão também mais aprimoradas, mas o que mais nos fascinou foi a forma como as conversas com o staff foram melhoradas. Temos mais diálogos possíveis o que, para além de tornar o staff mais participativo na vida do clube, dá a Football Manager 2020 um cheirinho de realidade que só lhe pode ficar bem.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Para além de um diretor-desportivo temos ainda um novo membro de staff que faz a gestão dos jogadores que e daqueles que poderão vir a seguir o mesmo caminho. Ou seja, o novo elemento da equipa técnica indica jogadores para os quais fosse benéfico um período de empréstimo e elabora ainda relatórios detalhados em relação aos que já estão emprestados, tal como acontecia em Football Manager 2019, mas agora de forma mais detalhada.

Importa ainda referir que os tais objetivos a 5 anos podem também influenciar, de certa forma, os estatutos dos jogadores da nossa equipa através dos seus contratos. Já que, por exemplo, um jovem jogador pode começar com o estatuto de reserva, mas ter metas traçadas para atingir estatutos superiores dentro desse período de contrato.

Considerações Finais

Este ano Football Manager trouxe-nos varias novidades no que diz respeito à inteligência artificial dos jogadores, notando-se que a forma de jogar dos mesmos está mais fluida, posicionam-se melhor em campo e  fazem o passe para o pé dominante do outro jogador, tudo melhorias que são mais que bem-vindas.

Já no scouting podemos notar mais realismo. As informações que nos são passadas estão mais detalhadas e mais fáceis de perceber, o nosso staff está mais profissionalizado e conseguimos pensar no clube, e os seus objetivos, a médio prazo e não só para a época em que estamos a jogar.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Em relação à questão que deixamos por responder no início desta análise, valerá a pena comprar Football Manager 2020 caso tenham na vossa biblioteca o jogo da época passada? Sim! As novidades são mais que muitas e o jogo sofreu melhorias que vão deixar qualquer fá de gestão desportiva de agua na boca… preparem-se para gastar muitas horas em frente ao computador.

Football Manager 2020 fica disponível para Windows PC e MacOS no dia 19 de novembro e contará ainda com uma versão para a plataforma Google Stadia. Já a Nintendo Switch contará com a versão móvel, Football Manager 2020 Touch

N.R. : A análise a Football Manager 2020 foi realizada em Windows PC com uma cópia para a versão beta do jogo, gentilmente cedida pela EcoPlay.

 

 

Análise Football Manager 2020 - Uma atualização bem-vinda
Melhor ScoutingObjetivos a 5 anosStaff mais participativo
Poucas ligas oficiais Já está na hora de ter um FM que coloque os jornais desportivos de cada país a fazer as perguntas nas conferências de imprensa
4.0Valor Total
Votação do Leitor 3 Votos
Sem mais artigos