Naruto é uma das sagas mais adoradas pelos fãs de anime. Esta série japonesa, escrita e ilustrada por Masashi Kishimoto, conta a história de um mundo onde os ninjas prosperam. Numa certa vila, um jovem chamado Naruto sonha em tornar-se o melhor a fim de poder ser um Hokage, o chefe da sua vila.

Para além da manga, Naruto conta com adaptação para anime, a versão que a maioria deverá conhecer, com os seus mais de 700 episódios e um vasto conjunto de filmes.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Naruto: Ultimate Ninja Storm, desenvolvido pela CyberConnect2 e publicado pela Namco Bandai, é a adaptação da história para o formato de video-jogo. Naruto Shippuden: Ultimate Ninja Storm 4 é a quarta e última parte desta saga, tendo saído agora para a Nintendo Switch, quatro anos após o seu lançamento inicial. Esta versão incluí todos os DLC lançados adicionando novos personagens, campos de batalha e o modo de história Road to Boruto.

Mas será que esta é a derradeira versão para todos?

O caminho do Ninja

Naruto Shippuden: Ultimate Ninja Storm 4 tem uma componente bastante forte em termos de história. Esta encontra-se dividia em três modos: História, Aventura e Road to Boruto.

No modo de História são abordados os eventos da Quarta Grande Guerra Ninja, história que os fãs do anime Naruto Shippuden já estarão familiarizados. A progressão é feita através de um mapa onde são selecionados os níveis que contêm uma parte da história, com o seu desenvolvimento e batalhas. As cenas são apresentadas com um misto de imagens estáticas e cutscenes sendo que, durante algumas batalhas, existem cenas que necessitam que o jogador introduza os comandos apresentados no ecrã. Apesar deste tipo de inputs não serem os mais adorados pelos jogadores, neste contexto ajudam na envolvência do jogador com a história. Contudo, o sucesso ou insucesso desses inputs não afetam de forma relevante o final da história. No entanto, a sua boa execução ajuda a desbloquear certas cenas e aumenta os bónus no final de cada nível.

This slideshow requires JavaScript.

O modo de Aventura continua a história após os eventos do modo de História. No entanto, em vez de se selecionar os níveis num mapa como no modo anterior, o jogador tem a possibilidade de explorar as diferentes vilas e interagir com os personagens que nelas habitam. Para além da história principal, é ainda possível executar missões secundárias atribuídas por esses mesmos personagens. Contudo, apesar de ser uma boa ideia, a sua execução deixa algo a desejar. Cada uma das áreas possíveis de explorar são bastante lineares, não existindo muito para se fazer do que interagir com os diferentes personagens ajudando-os com os seus pedidos.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

O último modo, Road to Boruto, conta a história do filme Boruto: Naruto the Movie, onde conhecemos o filho de Naruto. Este modo tem uma execução semelhante ao modo de Aventura, tendo para além da nova história e personagens, os mesmos defeitos do modo anterior.

Relativamente à história na sua globalidade, este jogo não foi feito a pensar nos jogadores que não conheçam o universo de Naruto. Apesar de ser possível seguir partes da história e apreciar as fantásticas animações e alguns momentos épicos, os jogadores novatos à série irão sentir-se perdidos com os diferentes elementos deste universo. O recomendado, para esses jogadores, será começarem com a trilogia de Ninja Storm antes de se aventurarem com este titulo. Por sua vez, os jogadores veteranos já conhecerão a história, não existindo surpresas para os mesmos. Aqueles que não se importem com esse detalhe irão adorar relembrar estes eventos, mas aqueles que pretendem algo de novo sairão desiludidos com o mesmo.

This slideshow requires JavaScript.

Ataque Rasengan!

As batalhas em Naruto Shippuden: Ultimate Ninja Storm 4 acontecem num estilo de arena aberta em 3D. Cada um dos botões permite ao jogador saltar, atacar, lançar projeteis ou carregar o seu Chakra, representado por uma barra que permite o uso de ataques mais poderosos. Com estas quatro ações é possível realizar-se um vasto conjunto de combos que diferem entre os personagens. Tendo em conta que existem mais de 120 ninjas disponíveis para escolher, a maior coleção alguma vez disponível na série, o combate torna-se bastante imprevisível sendo difícil lembrar de todos os truques de cada personagem.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Além dos tradicionais combates 1v1, existem combates 3v3, onde o jogador poderá alternar entre os personagens da sua equipa. Isto permite-lhe adaptar o estilo de jogo ao do seu oponente dado que cada personagem tem os seus pontos fortes e fracos. No entanto, esses personagens partilham a mesma barra de vida. Isso faz com que seja necessário que o jogador decida bem qual o melhor momento para chamar o seu trunfo de combate. Ao contrário da barra de vida, a barra de Chakra é independente, permitindo adicionar um nível extra de estratégia. Por exemplo, o jogador poderá, durante o combate, carregar o Chakra de um certo personagem que ficará guardado até ao momento chave de ser trocado e ganhar o combate.

This slideshow requires JavaScript.

Existe um terceiro modo de combate, simplesmente disponível no modo de história, onde o jogador terá de lutar contra dezenas de inimigos. Este modo assemelha-se aos combates de Dynasty Warriors, onde os oponentes andam pela arena não sendo muito frequente os seus ataques, mas, aos poucos e poucos, vão removendo a barra de vida do jogador.

Como qualquer jogo de luta, os jogadores têm a possibilidade de se dedicar ao combate através dos modos Free Battle e Online Battle. Nestes modos é possível escolher as diferentes características dos combates e lutar ou treinar contra o computador, ou contra outros jogadores seja localmente, ou online.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Qualquer que seja o modo das batalhas, estas são das mais cativantes de um jogo de luta estilo anime. Mesmo correndo a 30 FPS, o combate é fluído e frenético, desenrolando-se a uma elevada velocidade. Os ataques especiais são fantásticos de se ver podendo fazer com que o jogador se esqueça que está a jogar e pense que está a ver mais um episódio de Naruto.

A Arte do Ninja

Apesar de já ter sido lançado em 2016, Ninja Storm 4 continua com uma fantástica apresentação. O estilo escolhido adequa-se perfeitamente ao universo representado. Contudo, no modo de exploração a performance nem sempre é das melhores, existindo quebras notórias enquanto se passeia pelas vilas. Aliando isso ao facto de ser um modo que não adiciona nada de novo, torna-o ainda menos cativante.

This slideshow requires JavaScript.

Ao nível do áudio o jogo conta com a banda sonora da série, bastante bem representada. Estão também incluídas as falas tanto em inglês como em japonês. Não sendo a execução inglesa má, o jogo torna-se um deleite para os fãs de anime quando jogado com vozes em japonês. Isso faz com que a linha que separa o jogo de um anime se dilua um pouco mais, ajudando na imersão e na experiência global.

Considerações Finais

Nota 3,5 FBNaruto Shippuden: Ultimate Ninja Storm 4 Road to Boruto é, para além da versão definitiva, a última entrada na série Ninja Storm. Apesar do seu fantástico combate, os modos de história acabam por ter mais potencial de desiludir do que cativar.

Para os jogadores que não conhecem o universo de Naruto, este título em nada ajuda a cativar, não contextualizando os mesmos de como funciona o mundo. Para os fãs veteranos serve simplesmente para relembrar o que se passou na história da manga e anime, não adicionando qualquer novo elemento. Adicionalmente, o modo de exploração, aliado aos problemas de framerate, acaba por tornar a experiência dos dois últimos modos de história aborrecidos e pouco cativantes.

No entanto, para aqueles que queiram relembrar a história ou mesmo para os que lhes falte ver os últimos episódios, Ultimate Ninja Storm 4 é uma fantástica aventura. Já os novos jogadores deverão começar pelos títulos anteriores ignorando, para já, esta entrada.

Mesmo com alguns problemas de performance na exploração, o combate consegue manter uma fantástica performance o que, aliado ao seu complexo sistema e vasto número de personagens disponíveis, tornam-no num dos sistemas mais divertidos de se jogar, sendo o ponto mais forte do jogo.

 

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

+ Sistema de combate divertido

+ Muitos lutadores disponíveis

+ Fantástica apresentação

– Problemas de framerate

– Exploração pouco cativante

– Pouco amigável para novos jogadores

 

N.R.: A análise de Naruto Shippuden: Ultimate Ninja Storm 4 – Road to Boruto foi realizada numa Nintendo Switch com acesso a uma cópia do jogo, gentilmente disponibilizada pela Bandai Namco Entertainment.

Sem mais artigos