O’Sullivan, és tu? Caso sejas, fica desde já a saber que Pure Pool não é para meninos. O título da Ripstone Ltd, que chegou ao PC, PlayStation 4 e Xbox One, em 2014 chega agora à Nintendo Switch, pronto para cativar os fãs dos jogos de Pool, que tanta vez são chamados de snooker por esses cafés e salões de jogos espalhados por Portugal.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Da série Pure, que também conta com Póquer e Xadrez, podemos olhar para este Pool Pure como um simulador de Pool. Um jogo de nicho, para quem gosta do desporto, mas será que convence os verdadeiros fãs?

Pure Pool conta com vários modos de jogo e também com várias modalidades. Desde US 8-Ball, 9-Ball, Blackball e até mesmo Snooker, este simulador apresenta-se completo e pronto para abrir mesa tanto offline como online, apresentado ainda a possibilidade de ser jogado a dois, usando a mesma Nintendo Switch.

Uma carreira que não é fácil de começar

Pure Pool dá-nos três tipos de carreira, uma para cada tipo modalidade, seja 8-Ball, 9-Ball ou Snooker. Em cada uma delas existem três escalões, estando cada um dividido em 5 torneios. Os escalões são: Amador, Pro e Master. No entanto, não se deixem enganar, o primeiro do modos nada tem de amador, muito pelo contrário… o primeiro dos torneios, no nosso caso de 8-Ball, foi um choque. Já que estávamos a participar em algo com a descrição de “amador” esperávamos algum amadorismo no nosso adversário, mas infelizmente essa vertente só foi verificada nas nossas tacadas. Era mesmo caso para dizer “aposto que mexeram o buraco”.

Com os 5 torneios em cada um dos escalões acabam por ter cerca de 100 jogos em cada uma das três carreiras diferentes, o que dá alguma longevidade a este Pure Pool. Mas, caso sejam novatos na arte do Pool, que joguem primeiro alguns jogos livres e tentem, a todo o custo, não perder contra vocês próprios… aconteceu-nos algumas vezes.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Antes de se aventurarem na carreira, aproveitem todos os modos de jogo, offline e online, para aperfeiçoarem a vossa técnica e assim conseguirem, de melhor forma, aproveitar o que o modo carreira tem para vos oferecer. Ao conquistar jogos, vão também subindo de nível o que, em última análise, fará com que possam desbloquear tacos novos, por exemplo.

Importa apenas referir, antes de passar ao segmento onde abordaremos a parte visual do jogo, que este Pure Pool vem munido de uma ótima secção de ajuda. Lá, poderão consultar as regras de cada uma das modalidades bem como os controlos, sejam os físicos com os tácteis. Algo que embora não ajude a fazer melhor figura ajuda certamente a perceber a regras de quem está, pela primeira vez, a aventurar-se pelo mundo do Pool. 

This slideshow requires JavaScript.

Desempenho puro

Vamos já começar por dizer que maior parte desta análise foi realizada com a Nintendo Switch em modo portátil, já que olhamos para este Pure Pool como o jogo perfeito para se jogar em viagem ou quando temos tempo para passar. Claro, os amantes da modalidade, terão todo o gosto em pegar no comando e aproveitar toda a televisão para jogar… quem sabe até criar uma noite de snooker virtual com a família. Podem-no fazer, o jogo corre muito bem quando na dock, mas fica igualmente agradável quando em modo portátil.

Sim já é um jogo antigo, 6 anos, mas a verdade é que o trabalho de otimização na Nintendo Switch foi muito bem conseguido. Não notamos qualquer tipo de quebra de frame rate e o jogo apresenta-se com detalhes que o fazem bastante agradável ao olhar. Desde o reflexo nas bolas, até às diferentes zonas e iluminações do bar onde estamos a jogar, tudo bastante bem recreado quando comparado com versões criadas para máquinas mais potentes (Pure Pool está também disponível para PC, PlayStation 4 e Xbox One).

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Controlar o efeito a dar na bola, a zona onde batemos com o taco ou até mesmo a direção que queremos dar à tacada é bastante simples e consegue-se com o analógico auxiliado por uma segunda tecla, algo que faz com que a curva de aprendizagem deste Pure Pool não seja tão elevada como a curva necessária para enfrentar os adversários controlados por uma IA bastante bem desenvolvida e que raramente falha bolas.

Por fim, os controlos táteis: embora não estejam ajustados de forma tão certeira como estão os controlos ditos normais, acabam por ser um bom toque oferecido por este port para a Nintendo Switch já que permitem que tudo o que é feito com auxílio dos joy-cons seja também feito no ecrã.

patreon

Considerações Finais

Pure Pool é, sem sombra para dúvidas, um port muito bem conseguido. Não deixa, no entanto, de ser um jogo de nicho. Um jogo para os amantes da modalidade e não para quem quer apenas fazer um jogo de snooker como se estivesse a jogar uns dos muitos jodos view from the top que existem no universo mobile. Pure Pool é a competição do snooker trazida, no seu estado mais puro, para os dispositivos eletrotónicos.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Caso sejam fãs de 8-Ball, Pool, Snooker, não se vão arrepender de pegar neste Pure Pool já que o jogo é isso mesmo, pure pool. Para finalizar dizemos que, embora o selo de recomendado não esteja ali, presente na nota, temos que recomendar este título a quem gosta deste desporto.

nota 4

Clica na imagem para mais informação sobre as nossas classificações

Port de elevada qualidade

+ Aspeto visual muito bom 

+ Desempenho no modo portátil surpreende 

– Escalão amador é demasiado difícil 

– Controlos táteis existem, mas acabam por ser mais complicados de controlar que analógicos. 

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

N.R.: A análise a Pure Pool foi realizada numa Nintendo Switch com acesso a uma cópia do jogo, gentilmente disponibilizada pela Plan of Attack

 

Sem mais artigos