O catálogo da Nintendo Switch, atualmente disponível no mercado, não foi apenas alimentado por jogos pensados de raiz para a consola, embora os pesos brutos dos títulos exclusivos tenham contribuído de forma óbvia para o sucesso de vendas que a consola está a ter, a baixa popularidade da Wii U e seu número pobre de vendas, juntamente com alta popularidade 3DS e o número incrível de vendas da portátil, fizeram com que a Nintendo fosse alimentando a Switch com títulos portados de ambas as consolas.

Monster Hunter Generations, Yo-Kai Watch e Resident Evil: Revelations, são alguns dos jogos que chegaram diretamente da portátil para a Switch e que embora não se tivessem destacado por completo, ganharam uma nova vida sob o ponto de vista de novas possibilidades graças às características exclusivas da Nintendo Switch.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

A decisão de portar Snack World: The Dungeon Crawl – Gold, que saiu originalmente para a 3DS em 2017, talvez siga os mesmos passos que tantos outros seguiram tentado oferecer uma nova abordagem principalmente no mercado ocidental. Resta agora saber é se a proposta é merecedora de atenção. Snack World: The Dungeon Crawl – Gold é a versão definitiva desta obra da Level-5, todo o conteúdo extra que foi saindo após o lançamento japonês, está agora disponível nesta versão Nintendo Switch, denominada de Gold.

Snack World: The Dungeon Crawl – Gold é um título de aventura com vários elementos de RPG ação. Há muito de Pokémon, Monster Hunter ou até mesmo de Diablo embutido nele. A busca por novas armas, a grande necessidade de evoluir a personagem, recorrendo ao tão amado grinding pelos fãs dos mais exigentes RPGs, e a estratégia de quando atacar e esquivar de cada monstro, são algumas das características que marcam Snack World: The Dungeon Crawl – Gold.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

De visuais coloridos, ambiente humorístico, narrativa leve e altamente risível, todo o enredo é leviano, embora não seja totalmente indicado para o público mais novo, a narrativa que acompanha toda a aventura não é totalmente cativante. Embora conte com várias personagens com algum carisma, falha nos propósitos em que começa o início da jornada.

Logo de início Snack World: The Dungeon Crawl – Gold dá-nos a possibilidade de criar uma personagem. Há muito por onde personalizar, desde o cabelo, sobrancelhas e até mesmo o nariz, até à altura, estrutura física e sons emitidos durante cada ataque executado. As escolhas de personalização estão de acordo com a grande maioria dos jogos que oferecem essa opção.

Repetir, repetir e repetir…

A proposta de Snack World: The Dungeon Crawl – Gold parte principalmente por entrar em masmorras geradas aleatoriamente e derrotar monstros, que podem ser colecionados e mais tarde usados como companheiros, adquirir novas armas, espadas, lanças, escudos, arcos, machados e mais uma série de objetos que podem ser posteriormente utilizados para construir novos equipamentos, e defrontar, por vezes, bosses no final de cada masmorra. Porém, toda a jornada acaba por cair rapidamente na repetição. O processo de evolução é lento, as estruturas das masmorras embora sejam sempre geradas de maneira diferente, começam a dar a sensação de ser mais do mesmo e os encontros nos inúmeros corredores com os monstros começam a dar pouca sensação de satisfação. Ou seja, a diversão surge, mas nem sempre está presente.

Para um progresso aceitável, Snack World: The Dungeon Crawl – Gold levará o jogador a repetir missões, fazer missões opcionais, angariar materiais e armas, e a derrotar monstros em caminhos diferentes, mas praticamente todos iguais. Contudo, todo este processo é feito através de menus bem executados, e com ecrãs de carregamento praticamente inexistentes. A navegação na cidade também é feita de forma rápida, utilizando um ou dois botões, e a navegação através desses atalhos é executada de forma bastante fluida.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Juntamente com a repetição e do grinding excessivo, que nem sempre são recompensadores, Snack World: The Dungeon Crawl – Gold tem, como geralmente os títulos do género roguelike, mortes bastante penalizadoras, o que só por si, poderá ser também um grande entrave para quem detesta repetir tudo novamente, quando já se estava bem perto da última porta para encontrar o boss daquela área.

Mas nem tudo é negativo. Snack World: The Dungeon Crawl – Gold tem muito daquilo que geralmente os títulos da Level-5 oferecem, e a possibilidade de o jogar juntamente com três amigos está presente, caso a ideia do jogador passe por não estar a repetir e a evoluir a sua personagem de forma solitária, pode fazê-lo quer de forma local ou online. O que, também neste aspeto, a forma como tudo é feito é bastante simples. Os inúmeros monstros que se encontram sob cada camada das masmorras também são bem desenhados, com muita diversidade e movimentos por vezes engraçados. Por fim, as lutas contra os bosses também não desiludem, exigindo alguma estratégia em momentos chave e a utilização de armas que tirem proveito das fraquezas de cada um é fundamental para se sair bem-sucedido.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Considerações finais

A análise a Snack World: The Dungeon Crawl – Gold é um título que recorre a referências como Diablo, Monster Hunter ou Phantasy Star Online, num género de roguelike com ação de RPG. Numa forma de narrativa humorística, o conteúdo da história é comum, passando rapidamente para segundo plano a partir do momento em que a grande característica e o que o alimenta é essencialmente repetir, repetir, e repetir, até se alcançar os equipamentos, materiais e o nível da personagem aceitável para se derrotar os oponentes que se metam pelo caminho. E poderá ser isso que determinará para que tipo de jogador se enquadra este jogo.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Um dos seus grandes problemas passa essencialmente por fazer o jogador repetir para vencer. Por outro, Snack World: The Dungeon Crawl – Gold é um jogo que oferecerá horas e horas de jogo, para quem for destemido e tenha diversão ao criar novos equipamentos, a solo ou acompanhado com amigos.

N.R.: A análise a Snack World: The Dungeon Crawl – Gold foi realizada numa Nintendo Switch com acesso a uma cópia do jogo, gentilmente disponibilizada pela Nintendo Portugal

Snack World: The Dungeon Crawl - Gold
Bonitas animaçõesRaríssimos ecrãs de carregamentoMovimentação entre os vários pontos do mapa através de atalhos dos menusPiadas e narrativa humorística
Narrativa passa para segundo planoRecurso a repetição de masmorras para progredir com sucesso no jogoPouca variedade de músicas nos encontros contra os oponentes
2.5Valor Total
Votação do Leitor 0 Votos
Sem mais artigos