A presente geração de consolas parece a geração dos remakes, muitos estúdios têm pegado em jogos das suas fileiras e feito versões melhoradas de jogos criados no passado. No caso da Saber Interactive e do seu SnowRunner  a história não é bem a mesma, mas o novo título acaba por ser um grande upgrade a Mudrunner, já que o jogo que teve lançamento em 2017 acaba por ter SnowRunner como sucessor.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

SnowRunner promete levar os jogadores através de uma viagem cheia de caminhos de muita lama, neve e muito mais. Tudo isto com acesso a verdadeiros monstros motorizados que terão força para passar pelo mais adverso dos desafios. Mas será que SnowRunner cumpre o que promete e é a verdadeira experiência off-road ou será apenas mais um simulador de condução como tantos outros?

SnowRunner

Ao iniciar o jogo somos transportados para o Michigan, onde somos informados que uma enorme inundação, para além de dar cabo da cidade, destruiu a única ponte de acesso ao outro lado da cidade. Claro que contam connosco para ajudar na reconstrução de dita ponte, mas obviamente que acaba por dar jeito reconstruir a ponte, sem ela nunca teríamos capacidade para chegar ao outro lado da cidade, e claro à nossa garagem.

Durante o decorrer de SnowRunner vamos ter acesso a diferentes mapas, todos eles maiores que em MudRunner, embora os mapas sejam diferentes todos eles estão ligados por túneis. Por exemplo, temos o lamacento Michigan, mas também o gelado Alasca com experiências que se apresentam diferentes, mas todas elas ligadas entre si. Mas preparem-se, não é por uma missão começar na neve que acaba por ser apenas na neve, algumas das referidas missões vão obrigar os jogadores a passar por diferentes mapas e a ter diferentes experiências, daí todos os mapas estarem ligados entre si. Algo positivo, que acaba por dar ao jogador aquela sensação de estar perante um enorme mundo criado para este SnowRunner. 

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Claro que durante a fase inicial do jogo vamos ter algumas zonas do mapa bloqueadas. Estas zonas, mais escuras no mapa, serão desbloqueadas sempre que alcançarmos a torre de vigia de cada segmento. Ao todo vamos ter 30 quilómetros quadrados de mapa para descobrir, nesse mesmo mapa vamos ter vários sítios marcados como postos de combustível (pelo qual não temos que pagar), vários tipos de fábricas onde temos de ir buscar mercadoria para conseguir completar os nossos trabalhos. Sobre os trabalhos, importa referir que os podemos encontrar no menu do jogo ou nas fábricas, também poderemos encontrar estes trabalhos e durante o progresso do jogo, ao desbravar um pouco do mapa lá encontramos um trabalho.

Ao desbravar caminhos no mapa vamos encontrar muitas dificuldades na forma lama, gelo, neve, rios e até lagos gelados. No início acabamos por levar cargas mais leves como tijolos ou combustível, mas há medida que SnowRunner avança aumentando a nossa capacidade de carga e assim levar mais e mais peso o que faz com que a forma de atravessar um terreno mais complicado também mude. Se com as cargas mais leves bastava ter calma, com os camiões mais pesados vamos mesmo ter que prender o carro a uma árvore e usar um gancho para nos ajudar a sair de uma “poça” um bocado maior.

Algo importante, e que não podemos deixar de prestar atenção, é a forma como gerimos a quantidade de combustível que temos. Porque claro, se o carro se esforçar mais para sair de uma determinada situação esse mesmo carro vai gastar mais combustível, por isso o conselho que damos é sempre que passarem por um posto de abastecimento, aproveitem para encher o depósito… como já dissemos nem pagam nada por isso e pode evitar ficarem verdadeiramente parados no meio do caminho.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Para além de gerir o combustível para não ter que voltar ao início de determinada missão, temos também que planear a viagem antes de a começar, isto para ter a certeza que escolhemos o caminho com menos situações problemáticas e assim chegamos ao fim do trabalho no menor tempo possível e com poucos problemas de lama ou neve.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Multiplayer

É neste modo que SnowRunner podia ter algo mais, ser um pouco melhor. No novo título da Saber Interactive o modo multiplayer é tudo menos extensivo… resume-se ao conseguir jogar com mais três amigos e andar pelo mapa a fazer trabalhos, mas que no fim apenas o anfitrião consegue guardar o progresso e  ficar com os pontos e dinheiro de jogo que se ganha em determinado trabalho.

Este modo acaba por ser um co-op pouco desenvolvido, seria interessante ver missões especificas para o multiplayer onde todos os participantes ganhassem algo mais que experiência… quem sabe não venhamos a ter algo assim em futuras atualizações.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Veículos

Fosse o multiplayer tão vasto quanto a escolha de viaturas que temos em SnowRunner e teríamos um modo fantástico. Ao nível de maquinas temos jipes, vários tipos de camiões e até veículos militares. São 40 viaturas e 21 tipos de carga diferentes. Uma das grandes diferenças entre este SnowRunner e o antigo MudRunner é que aqui vamos ter acesso a veículos registados de marcas como CAT, Ford e até Chevrolet. Todos os veículos podem ser personalizados em aspetos como rodas, motor e adereços, entre outras coisas.

Parecendo que não, a verdade é que o bom número de veículos e a personalização permitida acaba por deixar o jogo mais fresco, menos cansativo e de certa forma com uma sensação de realidade que não acontecia em MudRunner. Por isso, sim a Saber Interactive teve aqui uma grande aposta e um excelente trabalho ao tornar este SnowRunner mais apetecível.

SnowRunner

Mudrunner VS Snowrunner

Durante a análise fomos comparando, mas a semelhança entre os títulos merece uma comparação, para o caso de estarem indecisos entre ambos os títulos.

Existem muitas diferenças entre estes dois jogos, onde SnowRunner acaba por ganhar por larga margem. Primeiro vamos referir o mapa, enquanto que em MudRunner apenas tínhamos 8,25 quilómetros quadrados, agora, em SnowRunner, vamos ter 30 quilómetros quadrados (excluindo futuros DLCs) de mapa para explorar.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Depois, como já foi referido, temos todo o segmento de veículos que viu também um enorme upgrade – Desde as licenças até aos tipos de carga ou as hipóteses de personalização.

Também a nível gráfico existiu um melhoramento significante entre os dois jogos. Para além de termos a possibilidade de conduzir “dentro do carro”, em SnowRunner vamos ter a oportunidade de encontrar o nível de detalhe espetacular nos diferentes tipos de terreno. A aderência dos carros aos diferentes terrenos também se mostra diferente e muito melhor que em MudRunner.

Considerações finais 

Nota 4 FBDepois de várias horas atrás do volante (leia-se parados no meio da lama) podemos concluir que não, SnowRunner, não é apenas mais um, no meio de tantos simuladores. O título consegue de forma impressionante transportar-nos para dentro do seu mundo, faz-nos estudar o mapa para evitar dissabores durante a viagem, isto como se de uma verdadeira viagem se tratasse.

No fim podemos dizer que estamos gratos que a Saber Interactive tenha conseguido pegar no que criou com a série Spintires e dado à mesma um valente upgrade ao criar este SnowRunner… um jogo bem mais perto dos padrões de exigência atuais.

SnowRunner já se encontra disponível para PlayStation 4, Xbox One e Windows PC.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

+ Mapas com um tamanho considerável 

+ Grande evolução a nível gráfico

+ Diversividade de veículos.

– Dificuldade pode não ser adequada a jogadores menos experientes

– Pedia-se algo mais no modo multiplayer

N.R.: A análise a SnowRunner foi realizada numa PlayStation 4 com acesso a uma cópia do jogo, gentilmente cedida pela Ecoplay.

 

Sem mais artigos