Muitas vezes, as empresas responsáveis por séries de animação gostam de transportar as suas personagens para mundos onde tudo é possível. Não há melhor sitio que o mundo dos videojogos. Com o passar dos anos vimos dezenas de desenhos animados do passado a ganhar um lugar no presente, através do mundo dos videojogos. Foi em 2003 que a Nickelodeon decidiu levar uma das suas franquias mais famosas, Spongebob Squarepants, para o mundo dos jogos. Fê-lo com a THQ Nordic e a Heavy Iron Studios ao apresentar Battle for Bikini Bottom. 

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Os anos passaram e a THQ Nordic, agora com os Purple Lamp Studios, faz-nos chegar a versão remasterizada do icónico jogo. Mas será que este jogo mete agua ou, quem sabe, é mais seco que uma esponja ao sol? Vamos fazer uma visita ao fundo do mar com Spongebob Squarepants: Battle for Bikini Bottom Rehydrated e perceber se a esponja amarela está em forma. 

Um dia normal em Bikini Bottom

Numa noite calma o “terrível” Plankton está de volta aos seus esquemas para tentar roubar a famosa receita do Krabby Patty (um hambúrguer suculento que só é vendido pelo Mr. Krabs) e faz o que consegue fazer melhor: um exército de robôs para vai invadir Bikini Bottom. Só é pena que o Plankton criou robôs que não seguem as suas ordens e agora o caos está instalado por todo o lado e através de um pouco de conversa fiada, Plankton pede ajuda a Spongebob para os impedir de destruir a cidade. Spongebob Squarepants: Battle for Bikini Bottom Rehydrated tem uma jogabilidade simples como seria de esperar de um jogo de plataformas, com a mistura de um Collect-a-thon. 

Durante o jogo vamos visitar várias partes do “fundo do mar” que serão familiares aos fãs da série, mas que apresentam um redesign agradável quando comparados com a versão original do jogo. Spongebob Squarepants: Battle for Bikini Bottom Rehydrated apresenta-se com cores mais vivas o que por sua vez transmite uma maior sensação de vida a este remastered.

Durante a nossa aventura temos que ir colecionando, por todo o lado, as espátulas douradas, que vamos considerar como, por exemplo, as estrelas de Super Mario. Estas espátulas, que podem ser encontradas através de pequenos mini-jogos ou até mesmo dadas por outras personagens em momentos, ou missões, específicos do jogo, vão servir para conseguir progredir na história e desbloquear novos locais. Juntamos também, como lhe chamam, os “objetos brilhantes” que irão servir como moeda de troca, para desbloquearmos alguns atalhos ou até mesmo para comprarmos as espátulas douradas. É de referir, que se quiserem o jogo completado a 100%, teremos ainda de juntar as meias perdidas, desbloqueando também uns quantos bónus

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Ao longo do título jogaremos como Spongebob Squarepants, o seu amigo Patrick ou Sandy. Cada um com habilidades únicas, mas onde Spongebob é aquele que controlamos durante mais tempo dado que é também o chefe de equipa. O jogo usa um sistema de equipa para cada um dos níveis, isto porque existem obstáculos que apenas podem ser ultrapassados por uma personagem especifica. Para trocar de personagem teremos que nos dirigir a uma das paragens de autocarro, que por vezes se encontram do outro lado do mapa o que faz com que, nem sempre, seja muito prático. Porém, para nos facilitar um pouco a vida, existem caixas de teletransporte, que teremos de desbloquear para que a nossa viagem possa ser mais rápida. 

Todas as três personagens têm os mesmos movimentos base, mas apresentam também habilidades próprias:

  • Spongebob consegue fazer uma espécie de salto carregado para destruir caixas 
  • Patrick consegue fazer uma onda que pode neutralizar inimigos e usa-los como arma.  
  • Sandy consegue saltar por precipícios mais distantes com a sua corda de “cowgirl”.

Spongebob Squarepants: Battle for Bikini Bottom Rehydrated  não foi recriado apenas para jogarmos algo de há uns anos atrás e apresenta-se com um novo modo para dois jogadores (online e local – O online apresentou um bug que não permite convidar para as sessões de jogo. Este bug será corrigido com um update no dia do lançamento do jogo) intitulado de Horde Mode. Aqui os jogadores terão de enfrentar ondas de ataques daqueles robôs que foram encontrando no jogo, mas agora num novo cenário e com um novo boss que se assemelha a um Squiward gigante… e robótico.

Mas nem tudo o que vemos é um mar de rosas, ou neste caso, de alforrecas. Apesar de trazer conteúdo extra, o jogo não nos desafia o suficiente para ficarmos presos a um puzzle… na verdade, acontece exatamente o contrário. Caso estejamos no sítio errado do mapa, ou até mesmo quando morremos, aparece uma mão humana que agarra a personagem e a leva para uma zona mais conveniente para continuar a aventura, isto sem existir qualquer tipo de penalização. 

Ao retirar o nome “Spongebob” teríamos um jogo básico e bastante genérico, mas com o poder da franquia em mente não temos de fazer muito para ver os toques que a Purple Lamp Studios deu para tornar este jogo numa boa experiência para os fãs da série.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Uma re-hidratação visualmente apelativa

A Purple Lamp Studios fez um ótimo trabalho ao melhorar visualmente o estilo do jogo que foi usado no passado. Embora não tenham adotado Cel Shading como já tantas vezes foi usado em jogos deste género, o estúdio conseguiu dar mais vida ao jogo, fazendo-nos sentir como se estivéssemos a ver a série na televisão – os ambientes têm SpongeBob Squarepants escrito por todo o lado, mesmo que a apresentação seja ligeiramente diferente.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Embora algumas texturas possam ser bastante simples, como algumas cercas de madeira que vemos espalhadas ou até mesmo o céu coberto de ondas esquisitas, há um pequeno toque que compensa esses cenários que podem não ter umas cores mais vivas, existem conjuntos de detalhes que irão chamar mais a atenção dos jogadores e assim ofuscar as pequenas falhas.

As personagens também fizeram uma transição para uma remasterização excelente, com detalhes interessantes e ainda algumas animações de bom nível quando se mexem ou até mesmo quando estão a falar com outras personagens. Conseguimos perceber se uma personagem está com dúvidas ou até excitada com algo… todas estas expressões são bastante agradáveis. Vemos as várias facetas da personagem estar com dúvidas ou até mesmo empolgada para aprender algo de novo. Todas elas bastante agradáveis… exceto ver o Spongebob desidratado quando está numa área sem água. Essa é uma vista que achamos que não será do agrado de todos, apesar de estar bem capturado pelos momentos da série animada.

Temos a orquestra toda para dar som no fundo do mar

A experiência sonora corresponde ao resto da apresentação do jogo – e na maioria das vezes acertaram.  Para além de tocarem o icónico tema de abertura, logo no início do jogo, Spongebob Squarepants: Battle For Bikini Bottom Rehydrated usa muitas músicas remasterizadas, sendo que a maior parte é diretamente dos episódios da série. O que não é imediatamente reconhecido como música da série é uma variação subtil do tema principal (sem letra). No entanto, não há variedade suficiente o que não deixa de ser um grande problema.  Os efeitos sonoros são excelentes e muitos, tal como as músicas, foram emprestados da própria série. Conseguimos ouvir o icónico som de passos de lã de Spongebob, bolhas a estourarem, robôs a serem destruídos, e os itens saltitantes a fazerem barulhos elásticos.  Até se passarmos por uma cascata de goo (goo é o equivalente de água, no fundo do mar), poderemos ouvir o som desta a cair ou até mesmo se estivermos na praia, consegue-se ouvir nitidamente esta a bater nas areias da margem.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

A dobragem, na maior parte, também é boa. A THQ Nordic conseguiu adquirir todo o talento das vozes originais (com exceção do ator que dá voz ao Mr. Krabs, Clancy Brown, para trabalhar no jogo). O diálogo, incluindo alguns versos, é fiel aos personagens e inclui alguns clips como Patrick a elogiar uma rocha, porque acha que a rocha está a falar com ele, ou até mesmo Mr. Krabs ou Plankton a convencer a adorada esponja a fazer alguns favores a troco de nada. A entrega dos diálogos em si retém a mesma energia da série, com exceção do ator que faz a voz de Squidward e a nova voz do Mr. Krabs. Estas parecem ser um pouco robóticas e um bocado sem inspiração (mesmo que isso faça parte da personagem de Squiward).

Considerações Finais

O amor pela série Spongebob Squarepants realmente brilha em Battle for Bikini Bottom Rehydrated. Ficamos constantemente impressionados com o quanto a THQ Nordic e a Purple Lamp Studios acertaram em fazer este remake a partir do zero – é como se estivéssemos a ver mais um episódio da série animada. Embora seja um jogo fácil demais para os jogadores mais experientes, ainda é um jogo muito divertido, pelo qual podemos andar pelos cenários da série, ou interagir com as personagens da mesma.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Spongebob Squarepants: Battle For Bikini Bottom Rehydrated oferece muita variedade e cada área parece uma entidade nova e distint e não apenas uma troca de paletes remasterizada. Se não são fãs de SpongeBob Squarepants, provavelmente irão encontrar uma experiência bastante comum. No entanto, se vocês forem capazes de superar as cores brilhantes e aceitar que este não é um título revolucionário e desafiador de plataformas acabam por se divertir mais do que num turno duplo de horas extras no Krusty Krab.

Spongebob Squarepants: Battle For Bikini Bottom Rehydrated tem lançamento marcado para dia 23 de junho com versões a chegarem à PlayStation 4, Nintendo Switch, Xbox One e Windows PC.

nota 3

Clica na imagem para mais informação sobre as nossas classificações

+ Cenários ricos em cores e com desempenhos excelentes

+ Excelente desempenho vocal do elenco 

+ Multiplayer com bom entretenimento

– Jogabilidade simples

– Não é desafiante e não penaliza o jogador quando erra

– Mais virado para os fãs da série

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

N.R.: A análise a Spongebob Squarepants: Battle For Bikini Bottom Rehydrated foi realizada numa PlayStation 4 com acesso a uma cópia do jogo antes do seu lançamento. A cópia de análise foi cedida pela Dead Good PR

Sem mais artigos