“Agora estamos a trabalhar num jogo que não chamaria de terror, porque não é esse o foco. Não é monstros, não é tiros, não é nada disso. É mais uma aventura negra em que pegamos no que funcionou e no que não funcionou em Syndrome. Estamos a criar uma história bastante mais intensa. É um jogo focado mais em narrativa e nas opções que o jogador toma”.

Foi assim que em julho do ano passado Ricardo Cesteiro, um dos cofundadores do estúdio português de videojogos Camel 101, antecipou em entrevista ao FUTURE BEHIND aquele que seria o próximo projeto da empresa.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

As palavras crípticas ganharam agora um novo sentido. Hoje, 23 de janeiro, a Camel 101 revelou o primeiro trailer do seu novo jogo: chama-se Those Who Remain e vai ser lançado para PlayStation 4, Xbox One, Nintendo Switch e PC, não tendo por agora data de lançamento definida.

Those Who Remain é definido como um thriller psicológico e vai contar-nos a história de Edward Turner, uma pessoa com um passado problemático e que questiona como teria sido a sua vida se não tivesse tomado algumas decisões que agora lhe parecem erradas.

A vida de Turner, que tanto parece ter sido definida por essas decisões, vai conhecer mais um momento crítico: vai chegar na altura errada à cidade errada. Dormont deveria ser em teoria uma localidade norte-americana como tantas outras, mas rapidamente Edward Turner vai descobrir que isso não é verdade.

A cidade está amaldiçoada por um demónio que deixou a localidade envolta numa grande escuridão. Como se o ambiente tenso já não bastasse, há criaturas que vagueiam pela cidade e que matam todos aqueles que se aproximam. Segundo a descrição da Camel 101 sobre Those Who Remain, “a única forma de sobreviver é ficando perto da luz”.

Leia também | O lado independente dos videojogos criados em Portugal

Também ficamos a saber que vai haver um sistema de portais no jogo que vai transportar o jogador para localizações que são aparentemente semelhantes, mas têm as suas diferenças – o que acontecer de um lado vai influenciar o desenrolar da ação no outro.

Those Who Remain sucede assim a Syndrome, um jogo de terror e ficção científica na primeira pessoa e que marcou a entrada da Camel 101 em realidade virtual. O estúdio português também é conhecido pelos jogos de estratégia Mechs & Mercs: Black Talons, lançado em 2015, e Gemini Wars, lançado em 2012.

Banner Patreon Future Behind

Sem mais artigos