A AOC acabou a semana em grande forma ao apresentar o seu AOC AGON AG353UCG, um monitor de 35 polegadas (88,9 cm) e que faz parte da série AGON 3, sendo uma atualização do monitor ultra-amplo AG352UCG6.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Segundo a marca o AOC AGON AG353UCG é um monitor que “preenche todos os requisitos dos jogadores” e apresenta uma taxa de atualização de 200 Hz, 2ms GtG e baixo input lag para assim obter um melhor feedback visual sem distorção percetível de movimento.

Design

O AOC AGON AG353UCG herdou o desing vencedor do “Red Dot Design Award 2018”, pegando no painel sem moldura de três lados do AG273QCG e também na iluminação RGB na parte traseira do monitor. O monitor apresenta ainda um suporte em forma de V com altura ajustável, e embora em altura seja idêntico às telas de 28″ 16:9, mas acaba por fornecer mais espaço na horizontal devido ao seu formato 21:9.

A AOC explixa que “o enorme tamanho de tela de 35” não é apenas altamente imersivo em jogos e filmes anamórficos/ultra-amplos – também aumenta a produtividade. Um “efeito secundário” agradável que pode beneficiar especialmente criadores de conteúdo ou streamers.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Qualidade de imagem

O painel do AOC AGON AG353UCG é apresentado com tecnologia Quantum Dot, que segundo a AOC permite “permite oferecer 90% de cobertura DCI-P3, um espaço de cores significativamente maior que o espaço RGBs padrão”. A marca continua a apresentar o painel de 10 bits que também produz 1,07 milhões de cores, o que “significa transições de cores mais subtis e cores mais precisas, projetadas para conteúdo HDR (High Dynamic Range). O AOC AGON AG353UCG pode exibir com precisão o HDR em jogos, usando o G-Sync Ultimate com atraso mínimo de entrada e também HDR em filmes/programas de TV, apoiando o VESA DisplayHDR 1000.”

O AOC AGON AG353UCG está disponível a nível europeu com um PVP de 2509€, e o FUTURE BEHIND espera apresentar a sua análise ao monitor da AOC nas próximas semanas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Sem mais artigos