A Vodafone Portugal junta-se a Ericsson Portugal para mais uma edição da competição de empreendedorismo Big Smart Cities. Numa altura em que cada vez mais se ouve falar da próxima tecnologia de redes móveis, o 5G,  o foco da 6ª edição do Big Smart Cities está nas potencialidades desta mesma tecnologia. Os organizadores procuram ideias que possam ser impulsionadas pela rede móvel 5G.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Em junho de 2018 a Vodafone Portugal lançou o Vodafone 5G Hub. Este espaço tem como principal objetivo promover um ecossistema propício ao desenvolvimento das potencialidades que a rede 5G pode proporcionar.

Nesta 6ª edição, com candidaturas abertas até ao dia 21 de outubro e com o apoio da Ericsson Portugal, a competição está a procurar candidaturas para dois projectos diferentes: O 5G University Challenge e o 5G Startup Competition.

– 5G University Challenge: “destina-se a equipas universitárias com ideias que possam ter aplicações práticas para o 5G, mostrando as potencialidades da quinta geração móvel em soluções de smart cities”

– 5G Startup Competition: “Para projetos numa fase de desenvolvimento mais avançada. Destinado a startups tecnológicas que já estejam a desenvolver projetos para as cidades inteligentes do futuro e que possam ser potenciados com a rede 5G.”

As candidaturas devem ser entregues no site oficial do projeto (https://bigsmartcities.com) e corresponder a uma de 5 categorias: Mobilidade, Energia, Saúde, Turismo e Educação. Além do site esta edição terá, como é habitual, três iniciativas para captação de candidatos. Os City Challenges: um que já aconteceu em Coimbra (25 de setembro),  outro no Porto (3 de outubro) e por fim em Lisboa (16 de outubro). Os vencedores recebem 500 euros e ficam apurados, de forma automática, para o grupo de 20 finalistas.

A Vodafone Portugal explica ainda que “depois de selecionados, os finalistas de cada um dos programas beneficiam de um período de pré-aceleração, bem como sessões de formação, workshops e tutoria com especialistas em 5G tanto da Vodafone como da Ericsson. Tudo para os preparar para a grande final, a ter lugar em dezembro, onde terão de apresentar o seu projeto perante um júri especializado.”

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Este ano com primeiros monetários de 1000 euros para o University Challenge e 10 mil euros para a Startup Competition, os vencedores terão ainda incubação no Vodafone Power Lab e a oportunidade de desenvolver os seus projectos no Vodafone 5G Hub. Situado na sede da empresa conta com todas as condições técnicas para que experimentem as suas soluções na rede móvel 5G da Vodafone.

A Pavnext, vencedores da última edição, apresentaram um piso rodoviário que reduz a velocidade e tira partido da energia cinética dos carros para outros fins. A startup ganhou a oportunidade de testar o projecto em Cascais e encontra-se neste momento em fase de preparação do protótipo final.

O ano passado, foram ainda premiadas a Tram Grid com um carregador rápido de veículos elétricos; a Smart Forest com uma solução integrada de sensores para obter mais informações sobre as florestas; e por fim, a Tibu com uma aplicação móvel que conecta viajantes independentes a pessoas locais.

A Vodafone Portugal informa ainda que “ao longo de cinco edições, o Big Smart Cities já recebeu mais de 900 candidaturas. A competição integra o Vodafone Power Lab, incubadora da Vodafone Portugal, que já ajudou mais de 100 projetos e contribuiu para a criação de mais de 40 empresas.”

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Não se esqueçam: Candidaturas abertas até 21 de outubro e caso não queiram entregar a vossa candidatura online em https://bigsmartcities.com podem sempre participar num dos City Challenges que ainda vão acontecer no Porto e em Lisboa.

 

Sem mais artigos