O desastre nuclear de Chernobyl já aconteceu há trinta anos, mas para uma boa parte do mundo continua a ser um mistério. A zona ficou desertificada e poucos são os que se aventuram a pisar a ‘terra de ninguém’.

Este ano a realidade virtual trouxe essa hipótese para todo o mundo. A experiência Chernobyl VR transporta os utilizadores para os cenários de devastação provocados pela explosão da central nuclear. A experiência já estava disponível para os Oculus Rift e ficou esta semana acessível também para os HTC Vive, adianta o Polygon.

Além do caracter educativa que Chernobyl VR pretende ter, a criação do estúdio Farm 51 também tem uma vertente solidária: parte das receitas obtidas com a experiência serão doadas a instituições que ainda apoiam vítimas da catástrofe.

O lançamento de Chernobyl VR nos HTC Vive foi acompanhado de um mini-documentário publicado no YouTube e que também pode ser visto em modo de realidade virtual. Neste vídeo de quatro minutos os interessados podem ficar a saber como foi feita a experiência de realidade virtual.