É uma das propriedades intelectuais mais importantes da Sony Interactive Entertainment, mas quase todas as declarações que têm sido feitas apontam para um ponto final na franquia. Este é motivo mais do que suficiente para colocar Uncharted 4 na lista dos jogos mais esperados do ano.

Os restantes podem ser vistos num dos muitos trailers que têm sido partilhados sobre o jogo. Este mostra bem o aprimoramento gráfico, os ambientes em estilo de mundo aberto, a variedade de cenários e também algumas indicações sobre a história.

O estúdio Naughty Dog volta assim ao universo de Uncharted que começou há cerca de uma década. A personagem principal é Nathan Drake, um caçador de tesouros dos tempos modernos. Ao contrário de uma aventura fantasiosa e por vezes irreal, o jogador tem sempre uma grande ligação ao mundo real, como se as personagens e o que está a acontecer pudessem de facto existir.

Este é um dos segredos de Uncharted e é esta a ligação que vai ser explorada a um novo nível no próximo capítulo da saga. Muito graças há experiência que a Naughty Dog conseguiu com The Last of Us, um jogo de ação, mas que claramente explorou mais as camadas humanas da história e das personagens.

nathan-drake-uncharted-4“Estive fora do jogo, mas preciso de voltar” – Nathan Drake no trailer da E3 2014

Uncharted 4: O Fim de um Ladrão vai ao que tudo indica colocar um ponto final na história de Drake e companhia. O estúdio que até aqui fez o desenvolvimento já deixou bem claro que da sua parte este é mesmo o capítulo final da franquia, mas a Sony já fez saber que é dona da propriedade intelectual, deixando em aberto novos capítulos.

Isto coloca o jogo sobre um grande desafio pois terá como missão fechar com chave de ouro uma saga que conseguiu impor-se como uma das grandes propriedades intelectuais de uma das maiores empresas de videojogos do mundo.

E justamente neste último capítulo, justamente na altura em que parecia estar a atinar para uma vida rotineira, é que surge mais uma peça importante no puzzle, o há muito desaparecido irmão do nosso herói – Sam Drake.

Sobre a história nada mais diremos. No dia dez de maio, exatamente daqui a um mês, o jogo vai chegar às lojas e aí cada um irá desvendar a trama e os novos mistérios que o esperam nesta nova aventura.

Não significa isso que o conhecimento de Uncharted 4 tenha já de ficar por aqui.

Conhecer o jogo antes de conhecer o jogo

A Sony Interactive Entertainment e a Naughty Dog decidiram produzir cinco episódios nos quais mostram parte dos bastidores da produção de Uncharted 4. A ligação com os outros jogos da saga, o desenvolvimento gráfico das personagens e todo o trabalho técnico que é necessário para colocar de pé um dos grandes exclusivos desta geração para a PlayStation 4 são temas explorados nestes vídeos.

[huge_it_videogallery id=”2″]




Dos muitos outros vídeos que já foram partilhados ficou também a saber-se que pela primeira vez a Naughty Dog vai incluir ramificações de discurso. Na prática serão situações pontuais nas quais o jogador terá de escolher uma de várias opções de dálogo. Não têm um impacto significativo na história e servem acima de tudo para introduzir um estilo mais narrativo.

Sobre o jogo em si, ao nível dos aspetos técnicos, é sabido que Uncharted 4 vai ser executado em resolução 1080p e a 30 frames por segundo. O modo multijogador, outra das novidades do novo título, será executado em 60fps, mas não espere a mesma qualidade gráfica.

Experimentar o modo multijogador

Os diferentes episódios de Uncharted sempre representaram o modelo de jogo clássico. História forte focada em si mesma, sem grande sentido para uma exploração online.

Mas na era em que tudo está conectado e há jogos que já chegam ao mercado quase sem campanha a solo, a Naughty Dog decidiu acrescentar um elemento multijogador a Uncharted 4.

A abordagem não está diretamente relacionada com o jogo. Na prática é como se fosse um Counter Strike na terceira pessoa e no qual é possível usar as principais personagens do título. O utilizador fará parte de uma equipa e o objetivo não podia ser mais claro: matar o maior número de inimigos possível.playstation4-uncharted4 (2)

A 10 de maio chega às lojas uma edição limitada da PS4 com 1TB

Do que já visível em eventos e também nas betas públicas que a PlayStation organizou, o modo multijogador de Uncharted está bem conseguido e é uma adição interessante na expansão do conceito de jogo. Mas será difícil ver os jogadores dedicarem-se ao modo multijogador da mesma forma que se dedicam noutros títulos, sobretudo nos first person shooters (FPS).

O modo de jogo é fluído nos 60fps e ajuda a criar uma maior dinâmica de morte iminente. Mas devido a esta exigência técnica foi necessário baixar noutra: a textura das personagens e dos ambientes. Não consideraríamos como uma parte fraca do jogo, mas claramente é menos cuidada do ponto de vista visual.

Desde o mês passado que Uncharted 4: O Fim de um Ladrão entrou na sua fase gold, querendo isto dizer que o título está concluído e está apenas a levar refinamentos.

O jogo esteve para ser originalmente lançado no final de 2015, mas a Naughty Dog preferiu empurrar a sua data de lançamento por duas vezes para garantir que o que chegava às mãos dos jogadores era a melhor das experiências.

Marque na agenda pois dia 10 de maio pode muito bem ser o fim deste ladrão.
“A nossa expectativa é que no próximo ano possa acontecer um evento tão bom ou melhor”, concluiu o fundador do ClickSummit.



Sem mais artigos