Ao que tudo indica a Google está a preparar o seu navegador de internet, o Chrome, para transformar toda a internet em conteúdo consumível em modo de realidade virtual. A notícia é dada pela publicação Road to VR que fala na integração de duas novas ferramentas na versão de testes do browser.

Tanto o Google Chrome Beta como o Google Chrome Dev têm integrada a ferramenta WebVR que permite a um dispositivo reconhecer quando um site está desenhado com o mesmo standard, iniciando um modo de compatibilidade.



Mas a grande novidade está no facto de o standard WebVR ser acompanhado por uma outra tecnologia, a VR Shell, como salienta um dos elementos da equipa de programação do Chrome, François Beaufort, numa publicação no Google+. Esta shell cria um ambiente no qual todos os sites entram num modo de compatibilidade que pode ser visualizado em modo de realidade virtual, mesmo que não tenham sido construídos em WebVR.

De salientar que apesar de haver uma referência à VR Shell, esta ferramenta não está funcional.

Ainda não é certo quando estas características vão ficar disponíveis na versão de consumidor do Google Chrome, mas poderá estar para breve: a nova versão do Android fica disponível já durante o verão e vai trazer consigo um modo dedicado à realidade virtual, que será mais tarde reforçado com a iniciativa Google Daydream.