Há já algum tempo que o Facebook tem tentado ganhar uma maior presença no segmento dos videojogos, sobretudo através da aposta no vídeo. Mas as transmissões de jogabilidade já têm plataformas bem estabelecidas como o Twitch, o YouTube e o Beam.

Agora com a nova atualização do software Nvidia GeForce Experience talvez o Facebook consiga ganhar mais alguma tração no mundo do gaming. Na prática o programa da Nvidia passa a permitir nativamente a transmissão de conteúdos também para o Facebook.




O suporte para o Twitch e o YouTube já existia, o que acaba por colocar o Facebook no mesmo patamar dos seus rivais no que diz respeito à facilidade para o início de um live stream – aquela que acabou por ser uma das grandes tendências tecnológicas de 2016.

Um dos aspetos que acaba por ganhar destaque neste suporte do Facebook por parte do GeForce Experience é a inclusão de conteúdos de realidade virtual. O segmento VR tem sido um dos grandes factores de diferenciação da rede social e o software de gaming tira todo o proveito dessa funcionalidade.

Quer isto dizer que é possível partilhar transmissões de jogos de realidade virtual para o Facebook, ainda que a integração ainda não seja ‘impecável’. De acordo com a publicação Road to VR, quando o jogador está a transmitir um jogo de realidade virtual não consegue ver os comentários e reações dos seus seguidores, quebrando assim a vertente social que costuma estar associada ao processo de transmissão de vídeo em direto.

Com 1,7 mil milhões de utilizadores em todo o mundo e com o segmento do gaming a crescer em popularidade, o Facebook pode ter nesta parceria com a Nvidia uma oportunidade para fidelizar uma fatia do mercado de influenciadores no segmento dos videojogos – ainda que as restantes plataformas permitam monetizar essas transmissões e o Facebook não.