Não foi um anúncio que a tecnológica norte-americana tenha feito numa apresentação dedicada no Mobile World Congress, mas a escolha não é inocente: o assistente virtual Google Assistant vai deixar de ser um exclusivo dos smartphones Pixel e vai estar disponível para todos os smartphones com Android 6.0 ou versões mais recentes.

A funcionalidade vai ficar disponível através de uma atualização à aplicação Google Play Services e só vai funcionar em equipamentos que têm pelo menos 1,5GB de memória RAM e um ecrã com resolução HD. Haverá também algumas restrições no que diz respeito aos idiomas suportados.




Numa primeira fase o Google Assistant vai chegar aos smartphones dos EUA, depois à Austrália, Canadá e Reino Unido. Vai também estar disponível em alemão na Alemanha. Quer isto dizer que se por acaso tiver interesse em experimentar o Google Assistant no seu dispositivo, terá de mudar as configurações de idioma e região do seu equipamento.

O lançamento será feito de forma progressiva e começará já esta semana, explica o The Verge.

O Google Assistant vai também começar a ser integrado de origem noutros equipamentos além do Pixel, como é o caso do recém-anunciado LG G6.

O Google Assistant é um assistente virtual que os utilizadores podem invocar a qualquer momento, seja enquanto utiliza uma aplicação ou quando está no ambiente de trabalho do smartphone. Através de comandos de voz é possível fazer pesquisas, pedir recomendações e até fazer reservas em hotéis e restaurantes.

Pode saber um pouco mais sobre o Google Assistant recordando o nosso artigo de quando o assistente virtual foi anunciado pela tecnológica de Mountain View.

Mobile World Congress 2017