A HTC continua a fazer uma rápida evolução no segmento da realidade virtual e para isso está a apostar forte no seu projeto de incubação de startups de VR e AR, o HTC Vive X. A tecnológica de Taiwan acaba de anunciar que mais 30 jovens empresas vão juntar-se ao programa de apoio e desenvolvimento.

Esta é a segunda vaga de empresas a juntarem-se ao HTC Vive X em menos de um ano. De acordo com a VentureBeat, a HTC vai também abrir uma nova localização para apoiar as empresas: além das cidades de São Francisco, nos EUA, Pequim e Shenzhen, na China, e Taipei, em Taiwan, também Israel vai contar com um núcleo de apoio aos empreendedores.




“Continuamos a investir e a suportar o desenvolvimento de serviços e avanços em hardware, assim como a expandir em áreas como os segmentos empresarial, de comércio, educação, saúde, social e de desportos eletrónicos”, disse o diretor do programa HTC Vive X, Marc Metis, à VentureBeat.

O programa de incubação da HTC atualmente já está a apoiar mais de 60 empresas. CognitiveVR, Construct Studio, HyperfairVR, Mint Muse, Hexa, Vito, Aurora AR, Shengda e Bhaptics são apenas algumas das empresas que vão juntar-se ao HTC Vive X nesta segunda fase do programa. Os 30 nomes podem ser conhecidos aqui.

Por exemplo, a HTC já revelou publicamente um dos primeiros projetos apoiados na primeira fase de incubação. A startup TPCast desenvolveu um pequeno periférico que pode ser acoplado aos HTC Vive para libertar os óculos de realidade virtual da necessidade de uma ligação física a um computador.

Os HTC Vive são um dos equipamentos topo de gama no segmento da realidade virtual e estima-se que em 2016 tenham vendido perto de 420 mil unidades. A HTC já confirmou também que está a pensar em lançar um dispositivo de realidade virtual mobile.