O ecossistema de realidade virtual da Google estreou oficialmente em meados de novembro, altura em que ficaram disponíveis os óculos de realidade virtual Daydream View. Mas para que funcionem, os óculos precisam de smartphones compatíveis e que já tenham a versão Android 7.0 ‘Nougat’.

Até aqui o número de telemóveis compatíveis era muito reduzido: apenas os Google Pixel e os Lenovo Moto Z suportavam os óculos de realidade virtual. Mas com o Consumer Electronic Show esta família de equipamentos compatíveis com o ecossistema Google Daydream aumentou um pouco.




São quatro os novos smartphones que agora também fazem parte da iniciativa Daydream: Huawei Mate 9 Pro, Huawei Mate 9 Porsche Design, Asus Zenfone AR e ZTE Axon 7.

Smartphones Google Daydream

Os equipamentos não estão imediatamente disponíveis, mas o facto de serem Daydream-ready pode vir a ser mais um argumento de escolha para os consumidores.

Na prática os smartphones para serem compatíveis com a plataforma de realidade virtual do Android têm de ser equipamentos topo de gama: é necessário ter um ecrã de altíssima resolução, um processador potente e uma unidade gráfica que consiga garantir a execução das experiências VR sem qualquer ‘engasgo’.

O Google Daydream é um novo esforço que a tecnológica norte-americana está a operar no segmento da realidade virtual móvel, tentando garantir experiências de maior qualidade do que aquelas que são entregues pelos Google Cardboard.

A iniciativa foi originalmente anunciada em maio do ano passado, durante o evento Google I/O.