Talvez pelo espaço deixado pela Samsung devido à ausência do Galaxy S8, a Huawei decidiu fazer o anúncio dos seus smartphones topo de gama durante o Mobile World Congress. Os Huawei P10 e P10 Plus apresentam-se como um aprimoramento relativamente aos modelos apresentados em 2016, voltando a fazer uma clara aposta na área da fotografia como elemento diferenciador.

Os Huawei P10 mantêm o duplo sensor fotográfico criado em conjunto com a Leica, apresentando melhorias relativamente à câmara dos Huawei P9: o sensor monocromático apresenta-se agora com 20 megapíxeis, enquanto o sensor RGB tem 12 megapíxeis. Além das câmaras traseiras, a Huawei agora também aplica uma câmara Leica na parte frontal dos Huawei P10.




Além da promessa de uma melhor qualidade fotográfica, a Huawei decidiu equipar os seus novos smartphones como novos modos de fotografia. Foi dada uma especial atenção às potencialidade dos equipamentos no que diz respeito à captação de retratos, com destaque para a funcionalidade que permite fazer bokeh com relativa facilidade – aquela que é uma resposta direta à Apple e ao iPhone 7s Plus.

Em termos de design os novos Huawei P10 e P10 Plus são muito semelhantes aos modelos do ano passado, mas existem algumas alterações visuais óbvias: o leitor de impressões digitais passa da parte traseira para um botão na parte frontal; e os dispositivos estão disponíveis num total de oito cores, que inclui até uma versão em verde.

Huawei P10 Huawei P10 Plus

Relativamente ao leitor de impressões digitais desenvolvido pela Huawei, os utilizadores poderão fazer mais do que autenticar-se no smartphone e em alguns serviços. Este botão – que não é físico, é háptico -, reconhece diferentes gestos que sejam executados. Um único toque permite retornar ao ecrã anterior, um toque mais prolongado traz o utilizador para o ambiente de trabalho e um deslize no botão permite fazer uma troca entre aplicações que estão em segundo plano.

Destaque também para o facto de os Huawei P10 e P10 Plus serem os primeiros smartphones do mundo com suporte para redes 4.5G. A tecnológica chinesa equipou os dispositivos com quatro antenas que deverão conseguir garantir uma performance de rede duas vezes superior àquela que é possível ter noutros smartphones topo de gama que já estão no mercado.

Os Huawei P10 e P10 Plus apresentam-se ainda com melhorias no processador e na bateria.


Huawei P10


Ecrã: 5,1 polegadas
Resolução: 1.920x1.080 píxeis

Processador: Kirin 960 octa-core [4x2,4 GHz + 4x1,8 GHz]
Unidade gráfica: Mali-G71 MP8
Armazenamento: 64 GB
RAM: 4 GB
Sensor fotográfico: 12 megapíxeis RGB f/2.2 + 20 megapíxeis B/W
Sensor frontal: 8 megapíxeis
Vídeo: 4K @30fps
Bateria: 3.200 mAh
USB: Tipo C
Cartão microSD: Sim
Leitor de impressões digitais: Sim
Altura: 14,53 cm
Largura: 6,93 cm
Espessura: 0,70 cm
Peso: 145 gramas
Android: 7.0 'Nougat'


PREÇO:  649 euros


Huawei P10 Plus


Ecrã: 5,5 polegadas
Resolução: 2.560x1.440 píxeis

Processador: Kirin 960 octa-core [4x2,4 GHz + 4x1,8 GHz]
Unidade gráfica: Mali-G71 MP8
Armazenamento: 64 GB
RAM: 4 GB
Sensor fotográfico: 12 megapíxeis RGB f/1.8 + 20 megapíxeis B/W
Sensor frontal: 8 megapíxeis
Vídeo: 4K @30fps
Bateria: 3.500 mAh
USB: Tipo C
Cartão microSD: Sim
Leitor de impressões digitais: Sim
Altura: 15,35 cm
Largura: 7,42 cm
Espessura: 0,70 cm
Peso: 165 gramas
Android: 7.0 'Nougat'


PREÇO:  699 euros

Os Huawei P10 e P10 Plus vão ficar disponíveis em 30 países durante o mês de março, com Portugal a não constar na lista de mercados que vai receber o smartphone nesta primeira fase.

Mobile World Congress 2017