A empresa canadiana responsável por distribuir as experiências de cinema imersivas está agora à procura de conteúdos em realidade virtual. A IMAX juntou forças com mais seis empresas – Acer, Creative Artists Agency, China Media Capital, Enlight Media, WPP e Studio City -, criando um fundo conjunto de 50 milhões de dólares.

O objetivo é financiar 25 novas experiências de realidade virtual nos próximos três anos, explica a publicação Gamasutra.




A IMAX procura sobretudo experiências que sejam topo de gama e que ajudem as pessoas a converter-se às potencialidades da tecnologia. Os planos da empresa canadiana também passam pela abertura de espaços físicos denominados de IMAX VR.

Por agora só as cidades de Los Angeles, nos EUA, e Manchester, no Reino Unido, estão na lista de planos para receber os espaços IMAX VR.

Apesar de querer capitalizar estas experiências em espaços proprietários, o comunicado da empresa diz que as criações VR vão estar disponíveis em todas as plataformas de realidade virtual.

“Com a realidade virtual em ascensão, esta iniciativa é um passo importante para assegurar que mais conteúdos de alta qualidade chegam às várias plataformas de realidade virtual, incluindo os centros IMAX VR”, comentou em comunicado um dos executivos da IMAX, Robert Lister.

Sem mais artigos