Há muito que os developers portugueses andam a dar cartas no mundo dos videojogos, temos exemplos como David Amador que com a Upfall Studios criou Quest of Dungeons ou para o título Strikers Edge, vencedor da edição de 2016 dos prémios PlayStation. Mas existem mais exemplos, alguma vez ouviu falar de Super arrebenta manos? 

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Hoje estamos aqui para falar de dois títulos desenvolvidos em Portugal, o primeiro acreditamos que é daqueles que o vai fazer pensar. Puzlogic, foi o murro na mesa dado por Eduardo Barreto. O developer português é apaixonado por quebra-cabeças e cansado de ver sempre estes jogos feitos da mesma forma começou a desenvolver Puzzlogic, um jogo de lógica que se apresenta como uma fusão entre o Sudoku e o Kakadura (Cross Sums).

Com lançamento a 2 de novembro a versão early bird já pode ser encontrada na loja steam. O título está disponível em três línguas diferentes (português, inglês e francês) e conta com 64 puzzles originais, música relaxante, efeitos visuais e ainda ligação ao sistema de conquistas Steam. Em cada um dos puzzles temos que arrastar blocos numerados para os seus respetivos lugares, vamos encontrar puzzles ao estilo sudoku e outros onde encontramos a tal fusão dos dois estilos onde se pode preparar para um verdadeiro quebra-cabeças. 

Durante o jogo, sempre que o bloco está numa posição errada o mesmo fica com a cor vermelha e só quando ficarem todos a azul é que está pronto para passar de nível. 

Se está a procurar algo que o ajude a exercitar o cérebro enquanto está no seu jardim ou mesmo antes de dormir aconselhamos a que passe pela loja Steam e veja com atenção este Puzlogic. Caso não goste de comprar versões em desenvolvimento mas não consiga esperar pela versão final do jogo não tem problema, para além de estar a desenvolver o jogo Eduardo Barreto criou também alguns puzzles para jogar de forma tradicional (lápis e papel) que estão disponíveis para download através deste link (regras em inglês incluídas).

Como já dissemos anteriormente o jogo estará disponível a partir de 2 de novembro na loja Steam e custará €2.39, que quando comparado com um daqueles livros de quebra-cabeças acaba por ter um preço bastante convidativo. Experimentem Puzlogic e digam-nos como foi.

O segundo jogo que vos queremos apresentar hoje é da responsabilidade da Windlimit Studios. O estúdio português, fundado por Philip Machado tem sede em Lisboa e conta com freelancers de todo o mundo. A Windlimit não é nova nestes caminhos e no seu portfólio já conta com Talewind, um jogo de plataformas onde se encontra na pele de um jovem rapaz que tenta salvar a sua povoação. 

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Agora chega ao mercado ASHES, um jogo em primeira pessoa que nos apresenta a combinação fascinante de plataformas, combate corpo a corpo e ainda alguns puzzles pelo caminho. Ashes conta com uma narrativa bem desenvolvida que vai beber inspiração a títulos bem conhecidos como Dear Esther e Skyrim. O título que tem um pouco de Action RPG e de Horror Game não se identifica com nenhum dos estilos mas sim algo que acaba por ser um pouco dos dois. ASHES tenta trazer algo novo, e quer fazê-lo com uma narrativa empolgante que certamente trará horas de boa disposição a quem gosta de uma boa aventura. 

Em ASHES vão acordar no meio de uma masmorra sem qualquer recordação de como lá chegaram. Ao avançar no jogo o protagonista começa a lembrar-se do seu passado enquanto luta contra esqueletos, resolve puzzles e outros desafios encontrados na masmorra.  À medida que as memórias aparecem começa-se a sentir uma estranha presença mística que aparenta estar por detrás da verdadeira razão pela qual o nosso protagonista está naquela masmorra.

Se durante o decorrer do jogo se sentir stressado, não se preocupe, tem sempre a possibilidade de partir qualquer coisa para aliviar o stress. Os colecionáveis ao longo do jogo são muitos e os troféus que pode ir ganhando também, mas o verdadeiro objectivo dos developers por detrás de ASHES é proporcionar uma boa aventura a quem decidir pegar neste título.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

O título estará disponível a partir do dia 26 de outubro na loja steam. Caso seja fã deste tipo de jogos aposte em Ashes, jogo made in Portugal que lhe trará algumas horas de aventura. Experimentem e digam-nos da vossa justiça.

O título vai estar disponível a partir de dia 26 de outubro na loja Steam e conta com menus e legendas em 6 línguas mas as vozes durante a narrativa estão apenas disponíveis em Inglês. Segundo o estúdio o jogo chega agora ao PC mas as consolas são uma possibilidade.

Prontos para a aventura?

 

N.R.: Artigo da autoria de Carlos Silva

Sem mais artigos