Dois alunos da Faculdade de Ciência e Tecnologia da Universidade de Lisboa desenvolveram um sistema que consegue adaptar de forma automática a navegação de um veleiro às condições envolventes, como as marés e o vento.

Imaginando que o vento está forte, o sistema adapta as velas para aproveitar essa energia. Se não houver vento então as velas estão mais retraídas.

veleiro-maker-faire-lisboa

Para que o veleiro consiga perceber tudo o que se passa à sua volta apenas são necessários um módulo com função de bússola e um cata-vento que analisa a direcionalidade do vento. Com a ajuda de um sistema GPS o sistema de navegação autónoma consegue também manter a rota definida previamente.

David Fernandes e Hugo Marques estão agora a melhorar esta tecnologia para levarem o seu veleiro de pequenas dimensões a uma competição de veleiros autónomos que vai realizar-se em Viana do Castelo.



Sem mais artigos