A Playstation 5 está quase aí à porta e com ela o lançamento de um dos seus melhores exclusivos. Marvel’s Spider-Man saiu em 2018 para a PlayStation 4 e foi bastante aclamado pela crítica sendo uma referência para os fãs de jogos de super-heróis. Dois anos depois chega ao mercado, juntamente com a nova PlayStation 5, Marvel’s Spider-Man: Miles Morales, onde quem brilha, como protagonista, é  Miles Morales.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Lançado em simultâneo para PS4 e PlayStation 5 podemos dizer que é uma excelente adição ao jogo original, mas quais as  principais diferenças entre gerações?

Podemos afirmar já de início que as diferenças são maioritariamente estéticas, sobretudo nas duas formas que estão disponíveis para atacar Marvel’s Spider-Man: Miles Morales na nova geração PlayStation. Os melhoramentos notam-se principalmente a nível visual, com a versão PlayStation 5 a vir munida da tecnologia de Ray Tracing (uma novidade nas consolas de videojogos), gráficos melhorados, uma frame rate maior numa das duas opções a escolher e tirar partido do novo comando, o DualSense, e do seu feedback háptico o que fez com que a Insomniac conseguisse passar sensações para as mãos dos jogadores que se mostravam impossíveis na PlayStation 4.

Modo Performance  VS Modo Fidelidade.

O Modo Performance faz que o jogo corra a 60 fps mantendo a definição gráfica, mas retira a tal novidade nas consolas, o Ray Tracing,  e ainda alguns efeitos visuais mais impressionantes. No entanto, embora menos “brilhante”, neste modo Marvel’s Spider-Man: Miles Morales apresenta-se mais rápido e bastante fluido, o que fará com que esta seja a escolha de muitos jogadores.

Já o Modo Fidelidade é o ideal para quem quer ver a nova geração e o que ela pode fazer. Caso não estejam habituados a ver este ripo de qualidade gráficas, por exemplo, num PC, preparem-se para ficar espantados. O Ray Tracing traz-nos, por exemplo, reflexos nas janelas dos prédios de Nova Iorque, nos fatos brilhantes das personagens entre outros pormenores espantosos nos cenários. Existem outros pequenos detalhes de encher o olho, como os efeitos do por do sol, reflexos do mesmo na cidade, fumos e nevoeiros densos. Mas para quem gostaria de manter a experiência dos 60 fps, aqui não tem muita sorte. Esta qualidade tem um preço, neste modo jogamos a 30 fps, tal como nas versões PS4 do jogo, mas para quem está habituado a esta frame rate, é uma experiência fenomenal.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Em baixo podem ver alguns exemplos entre o modo perfomance e o modo Fidelidade: 

Neste primeiro exemplo demonstramos como a versão com Ray Tracing não só reflete Miles nos edifícios como troca os CubeMaps pelo reflexo REAL do mundo inteiro.

No segundo exemplo queremos demonstrar como Demonstra como o Ray Tracing torna as ruas mais realistas, dando uma maior sensação de densidade quando em movimento.

No terceiro exemplo demonstramos como o Ray Tracing afeta o aspeto geral do jogo em todas as superfícies capazes de reflexo. Desde edifícios, fachadas, poças de água, tijolos, além do reflexo das cores em superfícies anexas.

Para o 4º exemplo mostramos algo semelhante ao 1º e 3º onde a intensidade da luz está em grande destaque, sendo também mais dramática.

No quinto, e último exemplo, mostramos algo fora do mundo aberto onde conseguimos perceber o uso de Screenspace reflections e como o Ray Tracing torna tudo mais natural. Reparem no reflexo do sofá na zona de vidro da estátua ao lado.

Não nos podemos esquecer que são versões de jogos pensados também para a PlayStation 4 e o seu melhoramento foi um trabalho excelente da Insomniac. No entanto, as versões Playstation 5 têm alguns problemas, não de performance, mas com alguns bugs, isto à data que escrevemos e ainda estamos a testar o hardware antes do seu lançamento na Europa.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Entre estes problemas estão coisas como: escolher um fato no menu e no jogo aparecer outro, missões que não iniciam e legendas que desaparecem ao por a consola em rest mode. Acreditamos que consistem devido a pequenas incompatibilidades com o hardware mais recente que está agora ser lançado e que rapidamente sairá uma atualização para melhoramento destas versões.

De uma maneira ou outra, são jogos impressionantes e, primeiro, as versões de nova geração dão o poder de escolha ao jogador… podem viver a pele de um super-herói como entenderem.

patreon

Sem mais artigos