MLB The Show 21

Análise MLB The Show 21

Home Run feito e estamos prontos para vos falar do novo MLB The Show 21, o novo jogo do San Diego Studio, da Sony Interactive Entertainment. Uma franquia que até aqui era exclusiva das consolas PlayStation, mas que este ano está também disponivel na Xbox e logo através do Xbox Game Pass.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Em Portugal a base de fãs deste desporto não ser muito grande, a verdade é que podemos sempre testar águas no mundo do baseball digital através de MLB The Show 21. No entanto, será que consegue prender um novato?

.

Novos gráficos em consolas do passado

Apesar de termos usado uma PlayStation 4 (versão original) para jogar e analisar MLB The Show 21, não nos podemos queixar do trabalho feito pelo San Diego Studio. Graficamente esta excelente de tal forma que nos consegue dar sensação de imersão no jogo como poucos conseguem no segmento desportivo. O estádio à nossa volta, o barulho do público e até o bater da bola na luva e do taco na bola. Qualidade gráfica aliada a um excelente som… tudo isto conta para se fecharmos os olhos por um instante nos conseguirmos imaginar no campo a ouvir o burburinho do público.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Durante o tempo de jogo, vamos tendo informações no ecrã para que, de uma forma ou de outra, consigamos melhorar e assim ter maior sucesso num jogo que por si só, pelo menos para os mais inexperientes, consegue ser difícil.

Modos de jogo

MLB The Show 21 não apresenta novidades, quando em comparação ao título do ano passado. Pelo menos muitas. O Road To The Show continua presente, aqui, tal como o nome indica, há que escalar na carreira com um “avatar” por nós criado. Começar por baixo, subir subir e subir até chagar às equipas de topo e brilhar. Uma fórmula de sucesso em tudo o que é título desportivo que neste The Show também funciona muito bem.

De todos os outros modos presentes em MLB The Show 21, para além da fórmula de sucesso que é o Road To The Show, o que mais nos chamou à atenção foi mesmo o Quick Play e os seus três modos onde podemos jogar como lendas ou super estrelas para assim reviver ou mesmo reescrever a história do desporto. Podemos ainda fazer competições online e offline de home runs ou até participar em eventos semanais online para ganhar recompensas, tudo modos que nos conseguiram manter agarrados ao jogo.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Existe ainda a possibilidade, dentro de MLB The Show 21, de criar a nossa própria liga e jogar com os nossos amigos. E claro, não esquecer o Learn to Play… é aqui que vamos aprender a tirar o maior proveito do jogo sabendo jogar da melhor forma possível, algo que faz com que jogadores curiosos também possam desfrutar de MLB The Show 21 e quem sabe passar a ser um fã acérrimo de baseball.

sc94jo

Future Behind e o baseball virtual

Antes de nos fazermos à estrada começamos por fazer um jogo de exibição, já que quem vos escreve teve aqui a primeira experiência com qualquer um dos MLB The Show. Cheios de confiança avançamos com esperança de bater uma bola e correr de braços no ar enquanto festejávamos o primeiro home run. Claro que não, três tentativas e nem à primeira base chegamos.

Só depois de algumas tentativas é que conseguimos perceber as “dicas” e como é que se joga, lá começamos a conseguir acertar numas bolas e depois a conquistar alguns pontos… mas home runs? Esses nem ver.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Já no momento defensivo do jogo, também existem dificuldades. Seja para perceber como melhor lançar cada uma das bolas tendo em conta o batedor que temos à nossa frente ou até mesmo quando estamos espalhados pelo campo, conseguir apanhar a bola, de preferência sem que a mesma bata no chão, para assim conseguir eliminar o adversário.

Novidades em MLB The Show 21

Para além de pequenas mudanças na forma como as nossas estatísticas e desenvolvimento são mostrados no modo Road To The Show, MLB The Show 21 dá também, aos jogadores, maior controlo sobre a bola, sendo que quando estamos a lançar até a nossa linguagem corporal conta desde o gesto, a direção, o lançamento para conseguirmos enganar o nosso adversário, algo que está mais orgânico no novo título.

Para além disto há que destacar as normais evoluções visuais e sonoras, bem como os movimentos mais fluidos dos jogadores, e o jogo que, no seu todo, está mais perto da realidade daquilo que é um jogo de baseball.

patreon

Considerações Finais

MLB The Show 21 aparenta ser um jogo para quem é fã deste desporto. Mas, na verdade, consegue ir mais além. Mesmo quem não tem grande afinidade com o desporto consegue jogar e passar horas a fio sem se dar conta do tempo a voar. Isto ao mesmo tempo que aprendemos as regras e, no fim, a gostar do desporto em si.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Uma nota final para indicar que na nova geração de consolas existe ainda a possibilidade de criar os nossos próprios estádios, algo que ajuda (ainda mais) a ter aquele ambiente de sonho para a equipa que queremos comandar!

nota 4
Clica na imagem para mais informação sobre as nossas classificações

+ Som envolvente que nos faz viajar até ao estádio

+ “Gráficos de última geração” mesmo em consolas mais antigas

+ Consegue ser mais que um jogo de nicho

– Jogo em inglês ou inglês

– Poucas novidades no jogo quando comparamos com o ano anterior

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

N.R.: A análise do MLB The Show 21 foi realizada numa PlayStation 4 com acesso a uma cópia do jogo, gentilmente disponibilizada pela Playstation Portugal.

Existem links neste artigo que poderão levar o Future Behind a receber um valor monetário. Este valor será usado para a manutenção do site e para melhorias necessárias no mesmo. O Future Behind não foi pago para colocar o link ou para escrever o presente artigo.