Monster Energy Supercross

Análise Monster Energy Supercross – The Official Videogame 4

Supercross não é um desporto de massas, pelo menos em Portugal, mas é sem dúvida um desporto motorizado cheio de emoção, lama, e muitas quedas… pelo menos durante a nossa análise a Monster Energy Supercross – The Official Videogame 4 foi mais ou menos isso que tivemos: emoção, lama e muitas, mesmo muitas, quedas.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Monster Energy Supercross – The Official Videogame 4 chegou no início do mês de março e está disponível para PlayStation 4, Microsoft Windows, Xbox Series X e Series S, PlayStation 5 e ainda Xbox One. Prontos para acelerar a fundo na análise ao jogo desenvolvido pela Milestone?

.

Monster Energy Supercross – The Official Videogame 4 vem equipado com um novo modo, carreira, equipas oficiais, mais de 100 pilotos, uma ilha para explorar de forma livre e ainda um editor de pistas e ainda dezenas de possibilidades no que toca à personalização cosmética, mas também ao nível de desempenho da mota e do piloto através de uma árvore de evolução bastante completa. Tudo isto faz com que o novo título da franquia seja uma clara evolução quando comparado com o terceiro lançamento da série. Mas oferta não é tudo, para valer a pena a oferta tem que estar ao nível da expectativa dos jogadores.

A arte do salto

Monster Energy Supercross – The Official Videogame 4 apresenta-se como o desperto que representa, cheio de adrenalina, muito caos, quedas e velocidade. Isto é, velocidade, se cada um de nós for especialista na arte do Salto. O jogo da Milestone chega com muitos modos de jogo, muito por onde pegar, mas uma coisa é certa – o melhor é começar pelo tutorial… quem sabe mais que uma vez, pelo menos se for o primeiro jogo do género que vos chega às mãos.

Sim, dar as curvas pode ser uma arte, mas até se chega lá com alguma rapidez, acelerar é a coisa mais fácil… cair? Ui, isso nem se fala. O mais difícil mesmo é saber como inclinar o corpo em cada um dos saltos, foi aqui que ao início perdíamos tempo para quem, nas primeiras voltas ia atrás de nós, e depois para quem nos passou com alguma facilidade e até espetáculo… em voo.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Tirando a dificuldade em saltar, e aí a culpa até é de quem joga, Monster Energy Supercross – The Official Videogame 4 apresenta animações de bom nível e a física das motas também está aceitável, a única coisa, como em quase todos os jogos de motas, que podemos apontar é mesmo a falta de quedas quando numa curva, por exemplo, batemos com outra mota. É mais fácil cair sozinho que acompanhado.

A animação de entrada de cada corrida é sempre idêntica, para não dizer igual, mas depressa nos esquecemos quando a ordem de partida é dada e somos postos frete a frente com uma quantidade absurda de motas e pó a ser levantado. Por fim, para fechar este capitulo, podemos ainda referir que o jogo da Milestone, na Xbox Series X e na Xbox Series S, apresentou-se sempre constante, sem quebras de framerate visíveis e claro, na Series X o jogo apresenta-se com uma definição superior, sendo que a mais pequena das consolas continua a portar-se muito bem neste campo.

Treino, Carreira e uma ilha para explorar em Monster Energy Supercross – The Official Videogame 4

Para além de novos pilotos e novas pistas Monster Energy Supercross vem também com um excelente modo carreira onde o sentido de progressão existe e até é, de certa forma, obrigatório. Nah, não há cá começar logo na categoria profissional e ser uma estrela de topo… querem lá chegar há que começar por baixo.

A primeira categoria é a “Futures“. Esta primeira etapa é curta, mas bastante importante. Se saltaram o tutorial é aqui que vão perceber que bem podem voltar atrás e fazer o mesmo. Caso não tenham saltado tal etapa, podem ficar já a saber que aqui apenas vão correr um par de vezes, mas que o vosso desempenho como piloto vai influenciar o tipo de contrato, e equipa, que conseguem para a categoria seguinte, a “Rookie“. Aqui as coisas começam a ficar sérias, a jogabilidade nada muda, mas o objetivo sim. Para passar à categoria de “PRO” é necessário que o jogador consiga alcançar o pódio… e para lá chegar é preciso alguma experiência e horas de jogo.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Para vos ajudar nesta tarefa, Monster Energy Supercross vem ainda equipado com uma árvore de habilidades que vos vai ajudar, sem sombra de dúvida, a ser melhor piloto, a ter melhor controlo sobre a mota e a progredir com maior facilidade ao longo da vossa carreira. Importa ainda referir que a cada corrida têm a possibilidade de ajudar a vossa mota, para que assim vá mais de encontro às vossas expectativas e tipo de condução.

Para além do modo de carreira, a grande estrela de Monster Energy Supercross, o jogo vem ainda com um novo compound. Toda uma ilha para explorarem, sozinhos ou com três amigos, onde para além de poderem competir uns contra os outros têm ainda colecionáveis para apanhar de forma a desbloquear novos itens. Se a carreira é o que dá mais longevidade e espírito de competição a Monster Energy Supercross – The Official Videogame 4 é este compound que vos vai trazer mais liberdade e vontade de andar de mota dar saltos só porque sim.

patreon

Considerações Finais

Monster Energy Supercross – The Official Videogame 4 é uma excelente aposta para os amantes de desportos motorizados em duas rodas, mesmo que nunca se tenham aventurado por um jogo do género e tenham curiosidade em experimentar não se vão arrepender.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Certo que ao início não é de todo fácil de dominar, mas tudo melhora com o tempo e a diversão vai chegar ao ponto de dizerem para vocês mesmos “é só mais esta corrida” e continaurem a jogar. A Milestone fez um bom trabalho e apresentou uma boa evolução em comparação com o anterior videojogo da franquia. Sintam-se à vontade para dar uns saltos, seguidos de umas quedas. Não aleija.

nota 3
Clica na imagem para mais informação sobre as nossas classificações

Monster Energy Supercross – The Official Videogame 4 é um bom jogo, sem grandes problemas de maior, mas continua ser um jogo de nicho e que pouco faz para agarrar os fãs de jogos que não são fãs de supercross.

+ Excelente aposta para os fãs de desporto motorizado, em especial o Supercross

+ Bom sentido de progressão

+ Desempenho constaste

– Falta-lhe algo que possa agarrar jogadores que não conhecem a modalidade

– Choques entre motas nem sempre têm a melhor física

– Tutorial podia ser mais desenvolvido

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

N.R.: A análise a Monster Energy Supercross – The Official Videogame 4 foi realizada numa Xbox Series X com acesso a uma cópia do jogo, gentilmente disponibilizada pela TNPR.