4mdxNTtVM5E

“Não estamos aqui para fazer publicidade ao Bitcoin. Pensamos que pode ser divertido ter um bitcoin como o prémio para o nosso jogo”. Esta é uma das poucas explicações que existem relativamente ao videojogo MonteCrypto: The Bitcoin Enigma, que vai ser lançado na plataforma Steam no dia 20 de fevereiro. O título está a atrair bastante atenção porque o primeiro jogador a conseguir chegar ao fim poderá reclamar para si um bitcoin – à hora de publicação deste artigo cada unidade da criptomoeda valia 7.850 euros.

O conceito é certamente incomum, não só pelo facto de estar focado numa criptomoeda – algo que é bem ‘jogado’ em termos de marketing -, mas também por dar ao utilizador um prémio ‘real’ depois de acabar o jogo. Mantemos a palavra ‘real’ em apóstrofos, pois só depois de alguém o conseguir é que saberemos se é totalmente verdade.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

O estúdio responsável pelo jogo MonteCrypto dá pelo nome de Gem Rose Accent, escreve a Motherboard, mas não são conhecidos os nomes daqueles que estão por trás desta criação. Na página oficial do jogo é dito que quando um jogador reclamar para si o bitcoin de prémio, então os elementos do estúdio vão revelar as suas identidades.

MonteCrypto é composto por 24 puzzles que precisam de ser todos resolvidos para que o jogador possa reclamar o prémio. Com a instalação do jogo vai ser criado o ficheiro wallet.dat no computador do jogador, ficheiro este que está encriptado por uma password de 24 palavras. Ou seja, cada enigma vai desbloquear uma palavra e só resolvendo todos os enigmas é que será possível desencriptar o ficheiro que contém as chaves privadas para reclamar o bitcoin.

E mesmo tendo todas as palavras, o jogador terá ainda de adivinhar qual a ordem correta das mesmas – para esta tarefa é aconselhada a ferramenta btcrecover, disponível no GitHub, um software desenhado justamente para ajudar utilizadores que sabem as suas passwords, mas necessitam de ajuda a tentar diferentes combinações.

Na página oficial do jogo está disponível um endereço de uma carteira de bitcoin que tem aquele que será, supostamente, o bitcoin de prémio.

O estúdio Gem Rose Accent diz que o grau de dificuldade do jogo é elevado e que por isso o mesmo poderá ser resolvido em conjunto – depois os vencedores têm é de se entender sobre como vão dividir o prémio final.

Leia também | Trap Adventure 2, uma ode à previsibilidade do comportamento humano

O estúdio também diz que os jogadores podem partilhar pistas que vão encontrando ao longo dos enigmas – agora se estas pistas estão lá para ajudar ou simplesmente para complicar a vida aos outros jogadores, isso dependerá da estratégia de cada um.

É de salientar que os puzzles e quebra-cabeças que têm como prémio um ou vários bitcoins é uma combinação de conceitos que tem sido explorada com algum sucesso em diferentes domínios. Recentemente demos conta da história de um investigador holandês que ganhou um bitcoin depois de ter conseguido extrair a informação necessária de uma amostra de ADN sintético. Outra história recente deu conta de uma pessoa que ganhou cinco bitcoins depois de resolver um quebra-cabeças que estava incluído numa pintura conhecida como The Legend of Satoshi Nakamoto.

MonteCrypto: The Bitcoin Enigma vai custar dois dólares no Steam, um valor que parece estar justamente pensado para atrair o maior número possível de entusiastas de quebra-cabeças. Tendo em conta que no final o vencedor pode levar para casa quase 8.000 euros, é um investimento que vale a pena considerar.

Banner Patreon Future Behind

Sem mais artigos