A série Stranger Things tem sido apontada com um dos grandes sucessos de 2016. Mas para trazer ainda mais força e visibilidade à produção a Netflix decidiu realizar a sua primeira experiência de realidade virtual – não é um vídeo em 360º, mas sim uma simulação gráfica.

Esta experiência pode ser vista por todos os que têm uns óculos de realidade virtual, mas também através de um desktop ou smartphone via YouTube.

A Netflix já disse que está atenta ao segmento da realidade virtual, apesar de ainda não ter feito qualquer compromisso relativamente ao formato. A tecnológica norte-americana tem aplicações dedicadas para VR, mas que simplesmente colocam o utilizador num ambiente virtual a ver as séries e filmes que disponibiliza.

Produzir conteúdo em específico para equipamentos de realidade virtual já é uma área totalmente diferente.



“Sim, é a primeira vez que estamos a usar o Google Cardboard e a realidade virtual para promover uma série em específico. Stranger Things é uma série com uma atmosfera única que nos inspirou a criar uma forma divertida de colocar os visitantes num mundo rico”, disse a empresa numa resposta enviada ao TechCrunch relativamente a esta experiência.

Mesmo não sendo indicador de que a realidade virtual possa vir a ser uma prioridade para a empresa, é pelo menos um sinal de que a Netflix está disposta a experimentar novos formatos – e se não for para produzir nativamente, pelo menos servirá para promover os seus conteúdos.