4aJS7zfVO50

A partir da quarta-feira da próxima semana, 24 de maio, todos os interessados vão poder encontrar a remasterização do Nokia 3310 à venda em Portugal, informa a HMD Global em comunicado. O telemóvel foi um dos grandes destaques do Mobile World Congress deste ano.

Apesar da indicação da empresa finlandesa de que o preço recomendado fosse de 49 euros, em Portugal os retalhistas estão a vender o Nokia 3310 por um valor próximo aos 65 euros, mais de 30% acima daquilo que foi aconselhado pela empresa.

Questionada sobre a questão do preço, a HMD Global diz que “variam de acordo com o mercado e são diferentes de país para país consoante as taxas e subvenções locais”. “Em todos os países, incluindo Portugal, a HMD Global trabalha em estreita colaboração com os seus parceiros para oferecer o melhor preço, tendo em conta estas variações de mercado”, salienta a tecnológica em resposta por email ao FUTURE BEHIND.




O elemento mais importante deste telemóvel acaba por ser o factor nostalgia, visto que o Nokia 3310 lançado originalmente no ano 2000 foi um dos equipamentos mais populares da sua época e ajudou a definir uma nova geração de utilizadores de comunicações móveis.

Leia também | Primeiro contacto com o Nokia 3310: Nem todas as expectativas ficaram cumpridas

Quando estivemos com o Nokia 3310 no Mobile World Congress, dissemos que “o preço bastante acessível vai ser justamente um dos factores que vai ajudar a converter potenciais interessados no equipamento – quer precise de um segundo telemóvel, quer queira apenas ter o novo 3310, não é um investimento avultado”.

O novo Nokia 3310 tem um ecrã de 2,4 polegadas com 320×240 píxeis de resolução, câmara fotográfica de dois megapíxeis, suporte para cartões microSD e vem equipado com o software Nokia Serie 30+. Não existe suporte para Wi-Fi e só há suporte para dados móveis na tecnologia 2.5G. A autonomia estimada é de 22 horas em conversação.

N.R. [16-05-2017 às 10.14]: Acrescentada a resposta da HMD Global relativamente à questão do preço do Nokia 3310 em Portugal.

Sem mais artigos