Aconteceu outra vez. O Facebook voltou a mexer no algoritmo que define a relevância dos conteúdos a serem mostrados aos utilizadores. A rede social diz que continua fiel ao princípio de mostrar as histórias mais relevantes e que as novas alterações vão trazer para o feed de notícias mais publicações de amigos e família.

O Facebook foi criado para ligar as pessoas, motivo pelo qual as publicações de ‘humanos’ vão ter um melhor ranking. Para os utilizadores deve de facto existir um maior interesse em ver publicações dos amigos e familiares do que estar constantemente a ser bombardeado com conteúdos de marcas e meios de comunicação.




Existem mais motivos que podem explicar esta mudança. O The Information dizia em abril que o Facebook tem assistido a fortes quebras na publicação de conteúdos por parte das pessoas. Esta alteração pode ajudar a inverter um pouco a tendência. E claro, o Facebook é um negócio e ao reduzir o alcance orgânico das publicações estará a puxar pelo investimento das empresas.

Nos estudos e análises que faz à sua plataforma o Facebook concluiu que os utilizadores, além da ligação a amigos e família, querem ser informados e entretidos. Estas são as primeiras lições a tirar do novo posicionamento do Facebook.

A maior das redes sociais também diz que os conteúdos devem ser autênticos, uma ‘indireta’ a todas as publicações que tentam roubar cliques aos utilizadores ou forçar as suas interações.




“Encorajamos as páginas a publicarem conteúdos que as suas audiências têm maior probabilidade de partilhar com os seus amigos”, escreve o Facebook num outro artigo onde aborda o novo algoritmo.

Estes são os conselhos dados pela própria rede social e que deve seguir se não quiser ver o alcance da sua página cair de forma significativa.

Mas existem outras práticas que pode executar na sua página de Facebook por forma a ter um bom alcance orgânico. Partilhamos aqui algumas dicas que pode seguir. Mas tenha sempre em conta que diferentes páginas são significado de diferentes públicos e que por isso algumas estratégias podem funcionar melhor do que outras – ou nem sequer gerar os resultados pretendidos – dependendo do seu perfil de publicações e dos seus seguidores.

facebook-alcance-algoritmoO Facebook vai valorizar mais as publicações de pessoas. Comporte-se como uma

Sente-se, feche os olhos e pense: o que faz uma pessoa ‘normal’ no Facebook? É justamente assim que deve pensar para conseguir um bom alcance orgânico na sua página. Use mesmo os perfis de pessoas que conhece como ponto de partida. Quantas publicações fazem? Que tipologia de publicações fazem?

Por exemplo, fazer publicações através do smartphone e de fotografias que captou com o equipamento ajudam o Facebook a perceber que o conteúdo é único, é pessoal e que poderá ter um maior interesse e maior potencial de partilha.

facebook-alcance-algoritmo1O vídeo está na moda

O Facebook tem feito uma aposta muito grande no segmento do vídeo. Começou em primeiro lugar com os vídeos nativos e evoluiu recentemente para a integração de transmissões em direto.

A rede social foi mostrando ao longo dos anos que gosta de páginas que utilizam as suas mais recentes ferramentas. Neste momento será sempre positivo fazer transmissões em direto com o Facebook Live, sendo quase garantido que terá um lugar de destaque no news feed dos seus seguidores.

A publicação de vídeo na plataforma também é outra prática que deve começar a explorar. Estima-se que mais de 70% do tráfego de internet nos próximos anos vai estar associado ao consumo de vídeo, portanto comece também a adaptar-se a esta tendência.

Mas só terá um bom alcance se carregar o vídeo no Facebook – se fizer uma partilha do YouTube ou do Vimeo não espere resultados tão bons. Se fosse para dar destaque a outras plataformas, por que razão estaria o Facebook a apostar tanto neste formato multimédia?

facebook-alcance-algoritmo2Aderir aos Instant Articles também é um bom conselho

Este destina-se mais aos meios de comunicação, blogues e outras publicações online periódicas. O Facebook desenvolveu os Instant Articles, uma ferramenta que adapta os artigos das publicações parceiras e que abrem até dez vez mais rápido do que um artigo normal.

É possível que no seu feed de notícias veja cada vez mais artigos ao estilo Instant Articles – isso acontece pois a iniciativa está agora disponível para qualquer publicação e também porque o Facebook tem dado maior destaque a estes conteúdos, já que estão pensados para funcionar de forma quase perfeita na rede social.

facebook-alcance-algoritmo3Foco na qualidade dos conteúdos, não no alcance

Se estiver a publicar no Facebook à espera que essa partilha consiga X de alcance, então está a ter a abordagem menos apropriada. Preocupe-se sempre com a qualidade dos conteúdos. Partilhe imagens ou vídeos interessantes. Partilhe notícias que sejam direcionadas para o seu público-alvo. Faça comentários que consigam interação positiva do seu público. Seja divertido. Seja mais um amigo, não uma máquina de marketing.

Se os conteúdos forem bons então o mais provável é que ao longo das semanas comece a conquistar a atenção dos seus seguidores e comece a surgir mais vezes nos seus feeds de notícias.

facebook-alcance-algoritmo4O Facebook Insights existe e é para ser usado

Todos aqueles que gerem uma página do Facebook já foram até à secção ‘Estatísticas’. A questão é: já parou para analisar com detalhe esses dados?

O Facebook tira-nos todo o trabalho e diz-nos as principais informações sobre os nossos seguidores. Só precisa de pegar nessa informação, perceber o que significa à luz do seu negócio/marca e tentar arranjar formas de potenciar esta ‘inteligência’.

Se o seu público está maioritariamente online ao final da tarde e início da noite, é para essa altura que deve reservar os seus melhores conteúdos – mas tendo sempre em atenção a questão da validade para não publicar algo que os outros já partilharam há muito mais tempo.

facebook-alcance-algoritmo5Avalie a concorrência e seja ativo também quando eles não são

Quando estiver a definir o seu ritmo de publicações no Facebook, analise a concorrência mais direta. Publicam todos às 13 horas, mas depois não voltam a mexer até às 20 horas? Então talvez seja uma boa ideia a sua página publicar a meio da tarde.

O Facebook tem milhões de utilizadores ativos diariamente. Ainda que determinadas alturas do dia concentrem mais pessoas, há sempre utilizadores ativos na plataforma. Ganhe com a ausência dos outros e crie uma maior ligação com a sua audiência.

facebook-alcance-algoritmo6Estabeleça parcerias estratégicas

Outra forma de aumentar o alcance da sua página e das suas publicações é arranjar uma outra página parceira com a qual possa fazer uma permuta de conteúdos – você partilha os conteúdos deles e eles os seus.

Além de atingir um público diferente, mas que até pode ter alguns gostos em comum, estará a sujeitar-se a mais partilhas, algo que o Facebook vai valorizar bastante daqui para a frente.

Desta forma estará também a quebrar a rotina relativamente aos seus conteúdos, dando algo novo e fresco aos seus seguidores – o que poderá resultar igualmente em maiores níveis de relacionamento. Mesmo que o artigo seja de outra publicação e os cliques vão para essa publicação, estará de alguma forma a fidelizar os seus seguidores à sua marca. Mais um exemplo em como os números não são tudo na vida.

facebook-alcance-algoritmo7Se tem seguidores fiéis, peça-lhes um favor

Há uma forma de os utilizadores do Facebook nunca perderem uma publicação das suas páginas preferidas: ativando as notificações para essa página.

Sempre que há uma nova publicação o utilizador é notificado, elevando a probabilidade de realmente ver essa partilha. Pode fazer uma publicação dedicada no Facebook a cada duas semanas onde pede isto aos seus leitores. Tenha atenção à linguagem usada: faça o pedido de forma amigável e confortável e não de uma forma em que o utilizador sinta que está pressionado a fazê-lo.

A linha que separa o amor do ódio nas redes sociais também é muito ténue e não vai querer ultrapassá-la.

facebook-alcance-algoritmo8Não recicle conteúdos

O Twitter é uma boa rede social para publicar várias vezes o mesmo conteúdo – devido à grande torrente de informação que por lá passa por vezes torna-se difícil ver algumas partilhas importantes e interessantes.

Já no Facebook impera a questão da qualidade dos conteúdos e também da sua atualidade. Não repita publicações pois isso fará com que a rede social prejudique o seu posicionamento no algoritmo. O Facebook diz que já é difícil manter um conjunto reduzido de temas interessantes perante as milhões de partilhas que acontecem na plataforma, quanto mais ter de lidar com publicações repetidas.
A evitar, mesmo (!). E se possível tente também não agendar publicações: isso não é algo que um humano ‘normal’ faria.

facebook-alcance-algoritmo9Integrar as suas publicações além do Facebook

Todas as publicações que faz no Facebook não ficam por ali. Graças à ferramenta de integração pode colocar publicações, fotografias e vídeos um pouco por toda a Internet.

Se a sua página na rede social por si só não consegue gerar um grande alcance, reaproveite essas publicações para integrá-las no blogue da empresa ou até mesmo no seu site. Além de mostrar que é ativo nas redes sociais, estará a trazer uma maior visibilidade aos seus conteúdos.

Sem mais artigos