A Apple é reconhecida por ter criado alguns dos melhores e dos mais bonitos equipamentos tecnológicos das últimas décadas. Não é por isso de estranhar que os elementos que participaram nestes desenvolvimentos sejam bastante cobiçados por outras empresas. Ainda que a Apple não tenha um projeto de realidade virtual que seja conhecido do grande público, isso não impediu o Facebook de fazer uma contratação de alto perfil em Cupertino.

Michael Hillman, um funcionário ‘veterano’ da Apple e que já trabalhava na marca da maçã há 15 anos, vai agora trabalhar para o Facebook. Hillman vai ser a pessoa responsável por liderar o desenvolvimento de hardware na Oculus, escreve a Bloomberg.


O Facebook continua assim a juntar uma equipa de engenheiros experientes, à medida que a reorganização na Oculus parece estar a ficar completa. Recorda-se que Hugo Barra, antigo executivo de topo da Google e da Xiaomi, vai ser o novo líder da Oculus. Brendan Iribe, antigo CEO da Oculus, é agora o líder da divisão focada em realidade virtual para computador. Jon Thomason vai estar responsável pela divisão de realidade virtual mobile.

A estes nomes junta-se ainda Hans Hartmann, o diretor de operações da Oculus e a pessoa com quem o recém-contratado Michael Hillman vai trabalhar mais de perto.

Atualmente a Oculus tem uma gama reduzida de equipamentos de hardware – Oculus Rift, Oculus Touch e Gear VR -, mas o diretor executivo do Facebook, Mark Zuckerberg, já revelou que a ambição da Oculus vai muito além do segmento de realidade virtual.

“Ao longo dos próximos dez anos os equipamentos vão continuar a ficar pequenos e mais pequenos, e eventualmente vamos ter algo que se parece com óculos normais que conseguem lidar com realidade virtual e realidade aumentada”, disse Mark Zuckerberg em abril de 2016. Ainda não é certo que projetos Michael Hillman vai estar a desenvolver em concreto, mas a vaga para a qual foi selecionado dizia que teria como responsabilidade “a definição e a execução dos nossos [Oculus] planos para produtos de consumo”.