Muito tem sido a expectativa sobre a nova geração de consolas da Sony, muitos têm sido também os rumores sobre o design e mesmo as especificações da nova consola desde que um dos responsáveis da empresa nipónica deu alguns detalhes sobre a mesma numa entrevista à revista Wired no passado mês de abril.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Hoje, numa publicação no blog oficial da PlayStation Europa e num artigo da revista Wired, ficamos a conhecer mais alguns detalhes sobre a consola e aquele que virá a ser o “DualShock 5″. Ficamos também a saber a data de lançamento da nova geração de consolas da Sony PlayStation – Período festivo de 2020, como quem diz fim de 2020… Mesmo a tempo do natal.

Gran Turismo Sport – dev kit PlayStation 5 // Crédito – Sony PlayStation

O que aprendemos com o artigo publicado pela Wired

  • A consola terá um GPU capaz de utilizar recursos como o Ray-Tracing, ou seja, esta feature já conhecida da consola será possível devido ao poder do hardware e não a modificações feitas através de software.
  •  A PlayStation 5 virá equipada com SSD (Solid State Drive) – este disco não só terá velocidades superiores ao presente na PlayStation 4, mas dará aos developers a possibilidade de criar mundos mais detalhados, sem copiar informação de um local para o outro fazendo assim com que os criadores consigam apresentar mundos mais detalhados onde, por exemplo, poderemos deixar de ver aqueles carros que são sempre iguais durante o jogo todo, ou mesmo personagens secundárias que acabam por ter a mesma cara… como vimos em Tour de France 2019.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

  • Os jogos para a nossa PlayStation 5 serão disponibilizados num disco ótico de 100GB, e a consola usará uma drive ótica para ler esses mesmos discos. A drive será ainda um leitor Bluray 4K… jogos e home cinema na mesma consola.
  • Mudanças nas instalações dos jogos – a PlayStation 5 vai permitir instalar apenas partes do jogo. Por exemplo: Poderemos instalar apenas o multiplayer ou mesmo instalar tudo, mas apagar apenas o modo campanha depois de acabar o mesmo.
  • Entrar no jogo vai ser diferente – Os servidores ligados às partes multiplayer darão informação à consola sobre que tipo de atividades estão disponíveis para o jogador, isto em tempo real. Já o modo campanha mostrará ao jogador quais as missões que estão disponíveis e que tipo de recompensa o jogador terá ao completar cada missão, tudo isto estará disponível na user interface fazendo com que o jogador possa começar o jogo exatamente no ponto em que quer, sem ter que esperar para fazer load do jogo, escolher o que quer jogar e depois novo momento de carregamento.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

O comando que virá com a PlayStation 5

Foram apresentadas também algumas novidades sobre o comando que virá a acompanhar a PlayStation 5 em 2020, umas delas será a bateria com maior capacidade e o facto do comando vir equipado com uma conexão USB-C e segundo o que Toshi Aoki, product manager na Sony PlayStation, disse em entrevista à revista Wired o comando continuará a ser mais leve que um comando Xbox One com pilhas.

Mais novidades:

  • A vibração a que estamos habituados será substituída por motores com feedback háptico, tal como vimos nos ecrãs ou home button de alguns telefones da Apple, por exemplo. Com este feedback háptico o jogador terá a possibilidade de sentir diferentes tipos de feedback por parte do comando. Por exemplo, caso batam com o carro, em Gran Turismo Sport, contra um muro o que sentem por parte do comando será completamente diferente daquilo que sentem caso sofram uma falta a jogar aquilo que esperamos ser FIFA 21.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

A Sony diz ainda que a sensação será diferente se estiverem a correr em relva ou a atravessar um pântano, tudo para que o jogador tenha um maior nível de imersão nos videojogos.

  • Por fim, ficamos a saber que a Sony criou algo chamado “adaptive triggers“. Estes foram incorporados nos botões L2 e R2 e permitem que os developers possam programar a resistência destes botões para que o jogador consiga sentir diferentes coisas ao lançar uma flecha em Until Dawn ou acelerar um carro de rally em Gran Turismo Sport.

Isto, em combinação com o novo feedback háptico, dará ao jogadores uma melhor simulação das mais variadas ações. A Sony PlayStation diz ainda que vários developers já começaram a receber versões teste do comando para que possam começar a desenvolver os seus jogos a pensar nisto mesmo.

A data de lançamento ainda não é conhecida, apenas que será no final de 2020, até lá ainda temos grandes títulos a caminho da PlayStation 4, tal como Death Stranding, The Last of Us Part II, e Ghost of Tsushima.

E vocês, vão fazer pre-order da nova consola da Sony assim que possível ou vão esperar para ver a consola em ação?

Banner Patreon Future Behind

 

 

 

Sem mais artigos