Com o lançamento de chaves, por sites terceiros, para Borderlands 3 outro capítulo da Epic Games Store é desvendado.

Borderlands 3 foi formalmente anunciado no início deste mês, e enquanto a maioria dos fãs ficaram entusiasmados com a notícia, um detalhe fundamental em torno de seu lançamento foi criticado por ser uma decisão anti-consumidor: a sua exclusividade anual para a Epic Games Store. Principalmente agora, que alguns exclusivos estão a ser lançados noutras plataformas que não as de origem.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Há uma série de razões para todo o alvoroço na Epic Games Store, mas talvez a razão que mais revoltou os fãs é que certos métodos de pagamento oferecidos pela loja incluem uma sobretaxa de transação que é paga pelo consumidor. Não é de surpreender que outros métodos tenham surgido desde então para contornar essas mesmas taxas. Por exemplo, agora é possível comprar o Borderlands 3 em sites terceiros como o Humble ou mesmo o Green Man Gaming.

Em meados de março, os principais sites para compra de chaves digitais foram bem-vindos e “sinceramente apoiados” pela Epic Games, como afirma o seu fundador, Tim Sweeney. No entanto, foi dito que estes códigos só estarão disponíveis para títulos que não sejam exclusivos da Epic Games Store, e títulos como o Borderlands 3 só estarão acessíveis para compra dentro da própria loja. Sem surpresas, Tim Sweeney recuou na sua posição oficial uma semana depois, afirmando que haverá chaves disponíveis para títulos exclusivos, desde que a equipa de desenvolvimento do jogo tenha escolhido trabalhar com os websites em questão.

O que é surpreendente é que para permitir esta venda através de sites que não a loja oficial da Epic contradiz o ponto de venda da Epic Games Store para as empresas de desenvolvimento. Um grande ponto de discussão para a maioria das pessoas ao lado da Epic durante o desastre é o facto de que eles deviam receber mais sendo uma venda da Epic Game Store. É claro que é possível que os editores realmente sejam os que tiram o máximo proveito desse corte maior do que os que realmente fazem os jogos.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Mas então onde começa o problema? Alguns dos principais vendedores também recebem o percentual de desconto oferecido pelo Steam, neste caso o Green Man Gaming. Isso significa que os consumidores que querem evitar as sobretaxas da Epic Games Store provavelmente irão comprar o Borderlands 3 através de sites terceiros como o Green Man Gaming, que também está a vender o jogo com 10% de desconto.

Este novo desenvolvimento deixa uma pergunta ar. Porque razão quer a  Epic Games ter títulos exclusivos? No fim passar pelos sites que não a loja Epic acaba por ser o mesmo que passar pela Valve e pelo Steam Marketplace. Ou quer a Epic ter estes exclusivos apenas para atrair pessoas para a sua plataforma?

Borderlands 3 será lançado para a Playstation 4, Xbox One e PC a 13 de setembro de 2019.

Sem mais artigos