HzC7w-Vmx3g

Será que à sexta é de vez? Desde o lançamento da Nintendo 3DS original em março de 2011 que a consola sofreu várias transformações que resultaram no lançamento de novos modelos no mercado.

Primeiro foi a Nintendo 3DS XL, com ecrãs maiores. Depois veio a Nintendo 2DS. Mais tarde chegaram as New Nintendo 3DS e New Nintendo 3DS XL. O que é que estava a faltar? Sim, adivinhou: uma New Nintendo 2DS XL.




Em cada uma destas reinterpretações do conceito original, a Nintendo adicionou novas funcionalidades ou características valiosas para o sistema de jogo. Por exemplo, a 2DS trocava o formato e o ecrã 3D por um sistema de jogo mais acessível. A New 3DS XL trazia uma tecnologia 3D melhorada e também maior poder de processamento para os videojogos.

Então o que é que traz esta New Nintendo 2DS XL? O melhor dos dois mundos. É como se os engenheiros da Nintendo tivessem partido à descoberta do X no mapa, aquele ponto onde todos os outros caminhos se encontram. A proposta de valor deste novo sistema de jogo é muito forte e isso é o melhor que pode ser dito de um produto tecnológico.

De cara lavada

A diferença mais notória entre a Nintendo 2DS e a New Nintendo 2DS XL está no seu formato. A fotografia fala por si: do lado esquerdo temos a nova consola, do lado direito o modelo lançado em outubro de 2013.

New Nintendo 2DS XL

A tecnológica japonesa desistiu do formato espalmado e decidiu dar à New Nintendo 2DS XL o mesmo formato clamshell das restantes consolas portáteis. Pessoalmente nunca fui fã do design e do formato da Nintendo 2DS, pelo que esta é uma evolução que recebo de braços abertos.

O formato clamshell permite outro nível de ergonomia, de proteção e de gestão de espaço para transporte. E há uma sensação de satisfação ao fechar a tampa no final de uma tarde de jogo que é inexplicável.

À semelhança das New Nintendo 3DS XL, também a New Nintendo 2DS XL tem agora quatro botões shoulder e um segundo botão direcional, o C-Stick. A câmara frontal deixou de estar na parte superior e está agora inteligentemente colocada na dobradiça da consola, um local igualmente funcional, mas muito mais discreto.

Outra alteração bem-vinda é a inclusão da entrada para cartão microSD ao lado da entrada para o cartão do jogo. Estas duas entradas, colocadas à frente da consola, estão protegidas por uma tampa flexível, de fácil remoção e que corrige dois erros da New Nintendo 3DS XL: o buraco enorme que a consola tinha na parte frontal dedicada para o cartão de jogo; e a necessidade de desaparafusar a tampa traseira para remover ou adicionar um cartão microSD. É caso para dizer aleluia!

Em termos de design há uma aposta mais sóbria por parte da Nintendo, que deixa de lado as cores e o plástico brilhantes da New Nintendo 3DS XL e aposta numa construção mais baça, mais texturizada e que aposta no contraste de cores. Não que o aspeto da New Nintendo 3DS XL fosse mau, mas a New Nintendo 2DS XL parece decididamente mais moderna.

New Nintendo 2DS XL

A nova consola também é mais leve. Não exageradamente mais leve, mas o suficiente para ser um dos aspetos que os detentores de uma Nintendo 3DS XL vão reparar ao pegar no novo sistema de jogo.

Para a New Nintendo 2DS XL a tecnológica japonesa quis apostar naquele que foi o seu conceito mais popular até à data e quis uma vez mais aprimorá-lo, sendo que desta vez a Nintendo quase não deixa arestas por limar em termos de design.

Claro que na nova consola a Nintendo tinha de cometer um ‘tropeção’. Neste caso foi a escolha do estilete que acompanha a consola. O tamanho é consideravelmente inferior ao estilete das consolas Nintendo 3DS, o que na minha opinião é um ponto negativo, pois torna-se mais difícil de agarrar o acessório. Talvez acabe por ser uma questão de hábito, mas pessoas com mãos grandes vão sentir claramente este retrocesso.

Adeus 3D

Um elemento que continuará a distinguir as consolas 2DS das 3DS é que as primeiras não têm uma tecnologia de ecrã que lhes permite reproduzir conteúdos tridimensionais. Digamos que esta funcionalidade fica reservada para os ‘modelos topo de gama’.

Mas esta é uma funcionalidade que muitos estúdios não aproveitam verdadeiramente e é portanto um elemento que para muitos jogadores é absolutamente acessório. Em contrapartida, o facto de o ecrã não suportar conteúdos 3D permite que a New Nintendo 2DS XL possa ser 50 euros mais barata.

A New Nintendo 2DS XL deverá custar 150 euros no mercado português – usando a indicação de 150 dólares o mercado norte-americano -, um preço muito apetecível para uma consola que tem uma vastíssima lista de jogos disponíveis, muitos jogos exclusivos e muitos jogos de qualidade.

New Nintendo 2DS XL

Os grandes lançamentos da Nintendo para 2017 – Miitopia, Hey! Pikmin e Ever Oasis – vão todos chegar à New Nintendo 2DS XL. Aqui é importante referir que em termos de especificações internas, a nova consola é exatamente igual às New Nintendo 3DS e 3DS XL, outro aspeto que ajuda a reforçar a boa proposta de valor do equipamento.

De forma curta e grossa, a New Nintendo 2DS XL é a New Nintendo 3DS XL sem a funcionalidade 3D do ecrã. Isto é o que os consumidores precisam de saber.

Claro que para a Nintendo a nova portátil acaba por representar mais do que isso. Representa uma extensão do portfólio e o ocupar de um outro nível de preço. A Nintendo passa assim a ter uma oferta compreensiva: Nintendo 2DS a 90 euros, New Nintendo 2DS XL a 150 euros e a New Nintendo 3DS XL a 200 euros. Acima disto e já estamos a entrar no terreno da Nintendo Switch, uma consola muito mais versátil e muito mais potente.

Considerações finais

Em jeito de resumo, a Nintendo corrigiu as falhas de design que todas as suas portáteis anteriores tinham, manteve as melhores especificações técnicas e retirou a funcionalidade subaproveitada que é o ecrã 3D para criar uma consola mais barata.

Só passamos um par de horas com a nova consola da Nintendo, mas tendo em conta os factos relatados ao longo do texto e no vídeo, parece-nos que esta além de ser uma jogada muito inteligente da marca japonesa – tem consolas para todos os níveis de preço -, é uma boa proposta de valor para os consumidores.

Arriscaria mesmo a dizer que em termos de consolas portáteis da Nintendo, este é o melhor negócio que pode fazer neste momento. A não ser que seja um fã dedicado de conteúdos em 3D e queira muito jogar nesse formato, então não há motivo para gastar mais 50 euros, dinheiro esse que já pode ser usado para comprar um bom ou vários bons jogos – como o português Quest of Dungeons.

A New Nintendo 2DS XL chega a Portugal no dia 28 de julho.

Sem mais artigos