Quando falta sensivelmente um mês para a realização da primeira grande conferência em Portugal sobre blockchain e criptomoedas, a organização do evento revelou o primeiro grupo de oradores que no dia 13 de novembro vai estar em Lisboa a falar de alguns dos temas tecnológicos mais marcantes do ano.

Por agora estão confirmados oito nomes que vão abordar diferentes pontos de vista, que vão desde a utilização do blockchain nas empresas, ao aspeto legal das criptomoedas, passando pela descentralização da web e também pelo tema das Initial Coin Offerings (ICO).

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

O programa provisório do evento pode ser acedido neste link. Esta é por agora a lista de oradores confirmados:

► Justin​ ​Wu, diretor executivo da Etherify, empresa portuguesa que presta serviços de consultoria na área de blockchain, em específico relacionada com a tecnologia Ethereum.

Sergei​ ​Gritsenko, diretor de operações da ​​Rentberry​​, empresa norte-americana que gere uma plataforma de arrendamentos ​e que já recebeu quatro milhões de dólares em investimento. A Rentberry está a desenvolver um sistema que vai usar contratos inteligentes (smart contracts) para automatizar os processos de pagamento entre arrendatários e inquilinos.

Angel​ ​Versetti, diretor executivo da ​​Ambrosus​​,​ ​empresa​ ​suíça​ que quer melhorar a qualidade dos produtos e da sua distribuição implementando sensores, protocolos de blockchain e smart contracts.

Anderson​ ​McCutcheon, cofundador da Synero​​,​ ​uma​ ​plataforma​ que pretende ser um novo método de monetização para a criação de conteúdos na internet. Além de garantir dinheiro ao criador dos conteúdos, aqueles que ajudarem a amplificar o seu trabalho também serão recompensados, tudo através de uma plataforma descentralizada.

Graham​ ​de​ ​Barra, diretor executivo da ​​Opera​ ​Incubator​​, uma empresa que pretende funcionar como uma incubadora e consultora para projetos de blockchain. Atualmente a Opera Incubator está a tentar tornar a cidade de Cork, na Irlanda, uma das primeiras a estar sustentada em diferentes aplicações de blockchain.

Roger​ ​Benites, diretor executivo da ​​BitInka​, um exchange que permite a compra e venda de várias criptomoedas e que está disponível em dez países. O seu principal mercado é a América Latina.

Gonçalo​ ​Sá, engenheiro​ ​na​ ​​Consensys, uma entidade que desenvolve aplicações baseadas em Ethereum e que já tem presença física em vários países, incluindo EUA, Reino Unido e Canadá.

Tiago​ ​Aires​ ​Mateus é advogado e vai participar no painel que vai debater as implicações legais que estão associadas às tecnologias de blockchain e às criptomoedas.

“Há uma série de marcos que apontam que estamos na época certa para falar sobre isto, para reunir pessoas que vão construir novas soluções para as indústrias, baseadas nesta tecnologia. Então surgiu a ideia de fazer uma conferência para chamar as pessoas que estão a construir essas soluções, para conversar”, disse o organizador do evento, Filipe Boldo, em entrevista ao FUTURE BEHIND a propósito do anúncio da Blockspot Conference.

São esperados 250 participantes na Blockspot Conference, vão existir dez apresentações e seis horas de workshop. Relativamente ao workshop, esta será uma sessão dedicada à aprendizagem de desenvolvimento de aplicações na tecnologia de blockchain Ethereum.

N.R: O FUTURE BEHIND é media partner da Blockspot Conference e tem descontos de 50% para oferecer na compra de bilhetes para a conferência. Descubra como aqui.

Sem mais artigos