Tal como tinha prometido, a Microsoft revelou quais as especificações técnicas que um computador Windows 10 precisará de ter para suportar os óculos de realidade virtual que estão a ser desenvolvidos para o sistema operativo.

A Microsoft começou o ano por apostar tudo no segmento da realidade aumentada, mas já durante o mês de outubro a tecnológica decidiu alargar o seu ecossistema de experiências de computação e dar uma oportunidade à realidade virtual.




Para isso vai contar com o apoio dos parceiros de sempre: Acer, Lenovo, HP, Asus e Dell estão a desenvolver óculos de realidade virtual que serão compatíveis com o sistema Windows Holographic. O objetivo é que os mesmos elementos 3D que podem ser vistos e usados nos Microsoft Hololens possam ser adaptados para um ambiente VR.

Agora, no evento WinHEC na China, a Microsoft revelou as especificações mínimas para que um computador suporte este novo ecossistema de realidade virtual. De acordo com o The Verge, os PC devem ter:

Processador: Intel Mobile Core i5 Dual-Core com equivalente a hyperthreading
Unidade gráfica: Placa integrada Intel HD Graphics 620, equivalente ou superior, com suporte para DirectX 12
Memória RAM: 8GB com dual channel
Armazenamento: 100GB em HDD ou SSD [preferencialmente]
HDMI: HDMI 1.4 com suporte para 2.880×1.440 píxeis a 60 Hz ou HDMI 2.0 ou Display Port 1.3 com suporte para 2.880×1.440 a 90 Hz
USB: USB 3.0 Tipo-A ou USB 3.1 Tipo-C com modo alternativo para Display Port
Bluetooth: Versão 4.0 ou superior

Estas especificações acabam por ser bastante acessíveis tendo em conta as especificações mínimas exigidas para equipamentos como os Oculus Rift e HTC Vive.

Numa publicação no blogue oficial do Windows, o líder desta divisão, Terry Myerson, afirmou ainda que os kits de realidade virtual para o Windows 10 estarão disponíveis para os programadores no próximo mês de fevereiro, durante a Game Developers Conference 2017.