Se tudo correr como planeado, então dentro de um mês deveremos ter a nova versão do sistema operativo Android disponível. O calendário apresentado pela Google para o Android ‘O’ está a corresponder ao mesmo calendário usado para o Android 7.0 ‘Nougat’. Mas como dissemos na nossa análise, a versão do ano passado já era de impacto moderado. A versão deste ano promete ir pelo mesmo caminho. Se por um lado isto significa que o Android está a focar-se em elementos importantes, como a gestão da autonomia, por outro lado pode estar a dar aos fabricantes uma ‘desculpa’ para não atualizarem os seus equipamentos – não é à toa que o Android 7.0 continua com uma quota de mercado muito baixa.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Microsoft obrigada a clarificar o futuro do Paint: Os relatos de que o Microsoft Paint iria desaparecer foram manifestamente exagerados. Primeiro porque a informação original apenas dizia que seria descontinuado, ou seja, não receberia mais atualizações e só desapareceria em futuras atualizações do Windows 10. Agora a tecnológica vem dar informações adicionais, dizendo que o Paint 3D passará a ser a ferramenta de edição por defeito no Windows 10, sendo que o Paint clássico poderá ser descarregado da Windows Store de forma gratuita.
Fonte: The Next Web

Beta final do Android ‘O’ já está disponível: A Google disponibilizou aquela que é a última beta pública antes do lançamento final do Android ‘O’. Esta é a quarta beta pública da nova versão do sistema operativo. Recorda-se que o Android ‘O’ é acima de tudo uma iteração que dá prioridade às melhorias de performance e de gestão de autonomia. Além da versão principal, haverá uma segunda versão do Android dedicada para dispositivos mais modestos.
Fonte: Engadget

Mercedes-Benz vai competir na Fórmula E: O que há uns anos era visto como um desporto experimental está aos poucos a conquistar a atenção dos grandes fabricantes. A Mercedes-Benz é a mais recente marca a confirmar um lugar na grelha de partida da Fórmula E, algo que só deverá acontecer em 2019. A gigante alemã vai mesmo abandonar outra competição onde tinha uma posição dominante, a DTM, para poder focar-se melhor na Fórmula 1 dos carros elétricos.
Fonte: The Verge

Alphabet aumenta receitas, mas lucros baixam por causa de multa da CE: A empresa-mãe da Google reportou receitas de 26,1 mil milhões de dólares para o segundo trimestre, um valor 21% superior ao registado em igual período do ano passado. Os lucros situaram-se nos 3,5 mil milhões de dólares, uma quebra face aos 4,9 mil milhões do ano passado, mas que se justifica pela multa aplicada para Comissão Europeia. Destaque ainda para a subida das receitas na divisão de projetos experimentais da Alphabet.
Fonte: Business Insider

Facebook compra startup para reduzir pirataria de vídeos: A utilização indevida de vídeos é um dos problemas mais comuns do Facebook e um dos problemas que impede a rede social de angariar mais criadores de conteúdos originais. Para resolver este problema a empresa comprou a startup Source3, que desenvolveu uma ferramenta que permite identificar os conteúdos originais e saber onde são replicados. O valor do negócio não foi revelado.
Fonte: Techcrunch

Neste dia, no ano passado, foi assimPrisma para Android já disponível e Solar Impulse arrancou para a etapa final

Sem mais artigos