Prepara-se um braço de ferro duríssimo na União Europeia. A Comissão vai ter de batalhar contra um dos seus próprios países, a Irlanda, e também contra uma das maiores e mais influentes empresas do mundo. A dupla Apple-Irlanda dizem que nada há a pagar, que os acordos fiscais que têm são completamente legais. A Comissão Europeia sabe perfeitamente que podiam ter sido pagos mais impostos e nesta sua luta vai certamente contar com a ajuda de outros países do eurogrupo que ambicionam deitar as mãos a parte do valor. Teremos luta para muitos anos, talvez um pouco ao estilo daquela que a Apple e a Samsung travaram no passado. Também não é para menos: são 13 mil milhões de euros que estão em jogo.

Boa segunda-feira.

Apple vai apelar esta semana contra ‘multa’ milionária: A Comissão Europeia quer que a Apple pague 13 mil milhões de euros em impostos que alegadamente não foram justamente declarados. A marca da maçã confirmou que vai esta semana apelar contra a decisão do organismo europeu, indo até mais além – a Apple acusa a CE de ter ignorado a opinião de especialistas em questões fiscais e diz que foi convenientemente escolhida por ser uma empresa com grande impacto nos meios de comunicação.
Fonte: Reuters




Rede TOR bloqueada na Turquia: A Turquia é um país que já tem um vasto historial na limitação de serviços online e a rede anónima TOR parece ser a mais recente vítima. O governo turco estará a apertar o cerco aos serviços de redes privadas virtuais. Ainda é possível ter acesso ao TOR através de uma ligação indireta, mas a utilização direta da rede estará a ser estrangulada pelos operadores de telecomunicações.
Fonte: Engadget

Capcom vai dar luta aos ‘desistentes de raiva’ no jogo Street Fighter: Provavelmente já se cruzou com algum jogador que quando sabe que está a perder e não há nada a fazer, desiste do jogo para não afetar as estatísticas. A Capcom está ao que tudo indica a preparar um ‘contra-ataque’ para os chamados ‘desistentes de raiva’. Os jogadores que tiverem um historial de desistência por mau perder vão ser identificados com um símbolo de uma caveira. Além de ajudar a reduzir o número de desistências, pode fazer com que ninguém queira jogar com esses jogadores.
Fonte: Motherboard

Spin-off da Google vai receber 100 mini-vans no início de 2017: A Waymo é a empresa que nasceu da antiga divisão de veículos autónomos da Google. No início do próximo ano vai receber 100 mini-vans produzidas pela Fiat Chrysler. O modelo Pacifica foi alterado por engenheiros das duas empresas por forma a criar o sistema o mais coeso possível. A Waymo aumenta assim significativamente a sua frota de testes para o sistema de condução autónoma que tem desenvolvido.
Fonte: Fortune

BlackBerry vai abrir divisão focada nos veículos autónomos: Também a tecnológica canadiana quer ter uma palavra a dizer no segmento da mobilidade inteligente. Hoje será inaugurada uma nova divisão da empresa no Canadá que terá como missão desenvolver software para veículos autónomos. A BlackBerry vai usar o sistema operativo proprietário QNX para este trabalho.
Fonte: Business Insider