Quem é que tem o seu email pessoal? Acha-se capaz de responder a esta pergunta? Possivelmente pensa que só familiares, amigos e colegas de trabalho têm o seu endereço eletrónico. Talvez seja mesmo assim. Ou talvez não. Quando participa num concurso, quando envia um CV ou quando regista-se numa nova aplicação está a passar o seu email para a mão de outra entidade e algumas vezes acaba por perder ‘controlo’ sobre quem tem o seu email. Um anúncio numa plataforma de emprego está a dar que falar por estar a vender uma alegada base de dados com quatro milhões de emails. Ainda está por confirmar a autenticidade desta base e de todos os contactos, mas para o caso de ser verdadeira, há uma grande probabilidade de que o seu email possa ser um dos contemplados.

Base de dados alegadamente com milhões de emails portugueses à venda: Por apenas 40 euros pode ser possível comprar uma base de dados que alegadamente tem quatro milhões de emails de utilizadores portugueses. A situação foi denunciada pelo partido Os Verdes que já questionou o Ministério da Justiça e a Comissão Nacional de Proteção de Dados. O detentor da base de dados publicou um anúncio onde diz que a lista de endereços está atualizada.
Fonte: Jornal Económico




Twitter vai descontinuar o Vine: A rede social que tomou o mundo online de rompante em 2013 com os seus vídeos de seis segundos tem um fim anunciado. A sua empresa-mãe, o Twitter, anunciou que vai descontinuar o Vine nos próximos meses. Não existe informação oficial de quantos funcionários vão ser afetados pela decisão, nem quantos utilizadores. Ainda assim o Twitter vai permitir o download de todos os Vine e vai manter online os conteúdos criados pelos utilizadores.
Fonte: The Verge

Serviços cloud continuam a impôr-se nos resultados da Amazon: Os Amazon Web Services (AWS) continuam a ter um grande destaque nos resultados financeiros da empresa. No terceiro trimestre a tecnológica teve um lucro de 252 milhões de dólares e receitas de 32,7 mil milhões de dólares, melhorando e muito os resultados de igual período de 2015. Mas os investidores de Wall Street esperavam um lucro maior, o que levou à queda das ações da empresa. A ‘culpa’ é da área de retalho que tem tido margens cada vez mais reduzidas.
Fonte: The New York Times

Presidente da Nintendo diz que Nintendo Switch vai ter uma grande variedade de acessórios: Tatsumi Kimishima deu uma entrevista à Bloomberg onde revela mais alguns detalhes sobre a nova consola da Nintendo. Por exemplo, o presidente da empresa confirmou que em janeiro será possível mexer no hardware e experimentar os primeiros jogos que vão chegar à plataforma. Mas as declarações que estão a captar maior atenção são as relativas ao hardware: Tatsumi Kimishima confirmou que a Nintendo Switch vai ter um grande conjunto de acessórios, chamando a estes elementos de “add-on hardware”.
Fonte: Bloomberg

Alphabet com resultados muito positivos no terceiro trimestre: Entre julho e setembro deste ano a Alphabet, empresa-mãe da Google, faturou 22,5 mil milhões de dólares e obteve um lucro de 5,1 mil milhões de dólares. São crescimentos superiores a 20% numa base anual. Uma boa parte das receitas da empresa continuam a ter origem na publicidade online. Destaque ainda para o facto de as empresas ‘experimentais’ da Google terem gerado mais receitas e menos despesas, mas continuam a exigir mais dinheiro do que aquele que geram
Fonte: Engadget

Sem mais artigos