Há quantos anos andamos a ouvir que o Flash está morto? Morto não está, moribundo talvez, mas sempre a espernear. Durante muito tempo foi uma das tecnologias basilares do mundo online, mas os problemas de segurança constantes e a incapacidade de evoluir perante novos formatos acabaram por condenar este standard. Agora parece que é desta. É a própria Adobe quem está a dar a notícia de que o Flash tem os dias contados. A popularidade do formato começou a diminuir quanto o cofundador da Apple, Steve Jobs, decidiu em 2010 que o iPhone não suportaria Flash. Demorou tempo até que o mundo lhe reconhecesse razão. Entretanto o cenário mudou por completo – na altura em que o Flash desaparecer, já não vai deixar saudades.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Vítimas de ransomware já pagaram 25 milhões de dólares em resgate: Esta é a principal conclusão de um estudo que juntou investigadores de diferentes entidades, incluindo da Google e da Universidade de San Diego. O valor pago em resgates agrega dados de 2014 em diante. A investigação seguiu as ‘pistas’ de 34 tipologias de ransomware, sendo que o Locki é descrito como aquele que iniciou uma nova etapa na história do cibercrime.
Fonte: Forbes

Anunciado novo standard USB 3.2: Ter unidades USB que são reversíveis é de facto uma vantagem, mas decididamente esse não seria o último desenvolvimento desta tecnologia. O consórcio que lidera o desenvolvimento do standard USB anunciou a versão 3.2 e a maior novidade é a duplicação da capacidade de transferência de informação. A ideia é aproveitar a maior capacidade de transferência que já existe em cabos USB-C. No final do ano deverão ser detalhados mais pormenores sobre este standard, que poderá demorar até 18 meses a ser integrado em novos produtos.
Fonte: CNet

Adobe vai deixar de suportar e distribuir o Flash em 2020: É um fim há muito anunciado, mas parece que desta não passa – a Adobe, empresa responsável por desenvolver o formato multimédia Flash, confirmou que em 2020 vai ‘desligar’ por completo o Flash. Não haverá mais desenvolvimento nem distribuição da tecnologia. Até lá a Adobe vai fazer um trabalho de sensibilização para que os conteúdos sejam migrados para outras tecnologias, como o HTML5.
Fonte: The Verge

Facebook agora reproduz vídeos 360º em 4K: Ter definição em conteúdos que são visualizados de forma imersiva é um dos elementos mais importantes para garantir uma boa experiência. O Facebook finalmente permite que os utilizadores vejam vídeos em 360º e em Ultra HD – algo que o rival YouTube já permite há algum tempo. Este formato vai estar disponível na versão web e também nos Samsung Gear VR – por agora os Oculus Rift não suportam este formato.
Fonte: Variety

Apple vai construir três fábricas nos EUA, diz presidente do país: Tim Cook prometeu ao presidente dos EUA a criação de três unidades de produção no país, de acordo com declarações do próprio Donald Trump. A promessa terá sido feita durante uma conversa sobre reformas fiscais, algo que a Apple tem pedido aos políticos de topo dos EUA há já alguns anos. Apesar da revelação, a Apple ainda não comentou oficialmente as declarações do presidente ou os planos das três fábricas.
Fonte: The Wall Street Journal

Neste dia, no ano passado, foi assim: Amazon testa drone no Reino Unido e iMobileMagic vendida por dois milhões de euros

Sem mais artigos