Já aqui detalhámos as atividades de empresas como a Exodus e a Zerodium. Na prática são entidades que funcionam como negociantes de falhas de segurança. Estas empresas compram vulnerabilidades a diferentes investigadores, vendendo-as depois por preços altíssimos. A questão é que estas vendas são feitas tanto para o bem, como para o mal. A publicação Motherboard parece ter descoberto um caso em que isto aconteceu e que alegadamente envolve a Exodus. Uma vez mais fica em aberto a discussão sobre a ética que estas empresas têm – ou falta dela? – e sobre a vitalidade da segurança informática. A falha no Firefox e no TOR que esta semana foi corrigida, há quase um ano que andava a ser explorada sabe-se lá por quem.

Bom fim de semana.

Exodus terá vendido falha de segurança no Firefox a atacantes: Esta semana foi corrigida uma falha no navegador de internet que já era conhecida pelo menos desde o final do ano passado. A Exodus, empresa conhecida por vender informações relativas a vulnerabilidades, terá vendido a falha à empresa de segurança informática Fortinet. Mas também terá vendido a mesma vulnerabilidade a uma organização que tinha como objetivo aproveitar-se do ‘buraco’ que existia nos sistemas de milhares de utilizadores.
Fonte: Motherboard




Motorola reforça aposta no seu smartphone modular: A marca detida pela Lenovo tenciona lançar quatro módulos para o Moto Z por trimestre. Quer isto dizer que no final do próximo ano o dispositivo topo de gama pode ter um total de 19 módulos disponíveis, sendo que sete já estão no mercado. O dispositivo pode mesmo vir a ser usado nos primeiros testes de redes 5G nos EUA graças a um módulo que a empresa estará a preparar.
Fonte: PC Mag

Governo falou com a Tesla sobre rede de carregamento e testes de inovações tecnológicas: O secretário de Estado Adjunto e do Ambiente, José Mendes, explicou que as conversações que o Governo teve com a gigante norte-americana não estiveram relacionadas com a possibilidade de instalação da Gigafactory em território português. As conversas tiveram como tema a chegada da rede de supercarregadores da Tesla, a criação de representação portuguesa e foram ainda discutidas condições para que inovações tecnológicas possam ser testadas em Portugal. “No que diz respeito à expansão da rede de supercarregadores da Tesla, as conversas estão bem encaminhadas. Estou muito optimista de que será possível, assim como a instalação de uma representação da Tesla em Portugal”, disse o membro do Governo.
Fonte: Público

Facebook poderá incluir ferramenta como o Snapchat Discover no Feed de Notícias: A rede social não para de tentar aumentar a sua influência junto dos meios de comunicação… e de tentar derrubar o Snapchat. Há rumores de que o Facebook está a preparar uma funcionalidade semelhante ao Snapchat Discover que será integrada no Feed de Notícias dos utilizadores. Os parceiros serão escolhidos, tal como no Snapchat Discover, o que permitiria dar maior audiência a alguns meios de comunicação sem que isso esteja diretamente ligado ao algoritmo.
Fonte: Business Insider

Inteligência artificial vai tornar Microsoft Office mais inclusivo: Uma atualização para a suite de produtividade da gigante norte-americana vai permitir que os utilizadores cegos possam saber as imagens que existem num ficheiro Word ou PowerPoint. O sistema de inteligência artificial consegue detetar os elementos que compõe as imagens, comunicando-os depois por via sonora.
Fonte: Venture Beat