Kurt Eichenwald era jornalista na publicação Newsweek e em determinada altura fez uma publicação onde revelou sofrer de epilepsia. Este pequeno pormenor partilhado nas redes sociais acabaria por ser usado como ponto de partida para o seu assassinato. Como? Através de um tweet. Bastou receber uma mensagem no Twitter com um GIF pulsante para que Kurt Eichenwald tivesse um ataque fatal. Agora o GIF em si, assim como os meios usados para o seu envio, estão a ser descritos como a arma ‘oficial’ do crime. Este é um caso de contornos pouco comuns, mas que reforçam ideias importantes: cuidado com o que partilha na internet, para sua própria segurança; e não há limites para o impacto que os chamados elementos de ‘cultura online’ podem de facto ter nas nossas vidas.

Boa quarta-feira.

CyanogenOS foi considerado para sistema operativo da Nintendo Switch: A confirmação foi dada pelo ex-diretor executivo da Cyanogen, a empresa responsável pela mais popular das ROM alternativas ao Android. Kirt McMaster revelou num tweet que esta hipótese foi considerada. Ainda de acordo com McMaster, a Nintendo fez a proposta quando a Cyanogen era ainda uma empresa recente, mas o acordo acabou por não avançar. Pelo que foi apurado, a tecnológica japonesa queria uma versão do software que estivesse fechada, justamente o contrário do objetivo do CyanogenOS. Recorda-se que a Cyanogen fechou recentemente.
Fonte: Slashgear




GIF é considerado como “arma mortal” em julgamento nos EUA: John Rayne Rivello é acusado de assassinato depois de ter enviado um GIF pulsante, pelo Twitter, a um jornalista que sofria de epilepsia. O GIF em questão provocou a morte do indivíduo, pelo que um júri do estado do Texas, nos EUA, considera que neste caso específico o próprio GIF é a arma do crime, uma decisão sem precedentes.
Fonte: NBC News

Afastamento do CEO da Uber é um cenário que está fora de questão: Arianna Huffington, um dos elementos do conselho de administração da Uber, diz que os seus pares conselheiros estão ao lado de Travis Kalanick, pelo que o seu afastamento é um cenário que não está a ser considerado. A mensagem de confiança foi passada durante uma conferência onde marcaram presença quatro das principais executivas de topo da tecnológica norte-americana. A Uber tenciona também tornar públicos os resultados da investigação às alegações de um ambiente sexista na empresa, investigação que deverá ser conhecida em abril.
Fonte: The New York Times

Twitter quer integrar Periscope noutras aplicações: A rede social foi lenta a responder à chegada em força do Facebook Live, mas agora parece querer recuperar algum do terreno perdido. O Twitter tornou público um interface de desenvolvimento (API) que vai permitir aos programadores integrarem o Periscope nas suas aplicações. Quer isto dizer que será possível iniciar transmissões de vídeo em direto a partir de aplicações além do Twitter e do Periscope.
Fonte: Mashable

Apple está a ser chantageada por pirata informático: Um hacker, ou um grupo de hackers, diz ter em sua posse informação relativa a 300 mil contas iCloud que lhe permite aceder às fotografias dos utilizadores e até apagar os equipamentos associados de forma remota. O indivíduo estará em negociações com a Apple e pediu o equivalente a 75 mil dólares em bitcoins até ao dia 7 de abril, caso contrário ameaça avançar com a ‘limpeza’ dos iPhone e iPad. Alegadamente a Apple já respondeu que não negoceia com cibercriminosos e o caso já terá sido encaminhado para as autoridades. A tecnológica de Cupertino não comentou oficialmente o caso.
Fonte: Motherboard