Bastam alguns segundos para que a vida de uma pessoa fique do avesso. Isso ficou provado na competição de segurança informática PwnFest, que decorreu na Coreia do Sul. Este evento junta alguns dos melhores hackers do mundo que mostram vulnerabilidades em ferramentas conhecidas e usadas por muitos de nós. O novo smartphone Google Pixel caiu em apenas 60 segundos. A nova versão do Safari que existe no macOS Sierra só precisou de 20 segundos para tombar. Já o Adobe Flash foi pirateado em quatro segundos. Apesar de fulminantes, as descobertas na realidade envolvem vários meses de preparação, sendo o PwnFest apenas o culminar de um longo trabalho. Estes são white hackers, querendo isto dizer que não exploram as vulnerabilidades para atividades criminosas. Agora imagine se sim, se pertencessem ao ‘lado negro da Força’.

Bom sábado.

Apple pode anunciar três novos iPad Pro em março: Nos últimos dois meses a Apple anunciou novos iPhone, novos MacBook Pro, faltando agora a atualização anual dos iPad. De acordo com fontes das empresas responsáveis pela produção do equipamento, a marca da maçã estará a preparar o anúncio de três novos modelos para o próximo ano. A Apple poderá anunciar um iPad de 10,9 polegadas que terá um ecrã sem moldura externa.
Fonte: MacRumors





Facebook comprou empresa CrowdTangle: O valor do negócio não é conhecido, mas o seu objetivo sim. A CrowdTangle desenvolve uma ferramenta que analisa os conteúdos que estão em tendência nas redes sociais, permitindo às publicações online fazerem trabalhos orientados neste sentido. Dentro do Facebook a CrowdTangle vai servir certamente para afinar o News Feed e talvez ajudar a que os meios de comunicação possam ter um melhor desempenho na plataforma.
Fonte: The Verge

Google Pixel foi pirateado em 60 segundos: O smartphone da tecnológica norte-americana pode ser um dos melhores equipamentos em termos de hardware e software, mas uma equipa de hackers mostrou que do lado da segurança o dispositivo estava vulnerável. A equipa composta por elementos chineses apenas precisou de um minuto para fazer uma injeção de código malicioso de forma remota. A mesma equipa, Qihoo 360, também encontrou vulnerabilidades no Adobe Flash.
Fonte: The Register

FBI alegadamente gere quase metade dos sites de pornografia infantil que existem na rede TOR: Informações obtidas a partir de documentos do FBI revelam que provavelmente 23 sites de pornografia infantil são alegadamente geridos pelo FBI. Num dos casos a entidade de segurança fez um raide ao site e tomou conta dele para ficar com dados dos seus utilizadores. O FBI recusa a ideia de que seja responsável pela gestão destas plataformas criminosas.
Fonte: Ars Technica

Erro no Facebook ‘matou’ vários utilizadores: A mensagem que o Facebook reserva para os perfis das pessoas que já morreram foi ontem, por erro, integrada em vários perfis de utilizadores da rede social, incluindo o de Mark Zuckerberg. A tecnológica já reconheceu a falha, pediu desculpa aos utilizadores e também já corrigiu a situação.
Fonte: Fast Company

Sem mais artigos