A Huawei já é um dos nomes incontornáveis no mercado dos smartphones. Mas há três anos o caso era bem diferente. O topo de gama na altura era o Huawei P6 e foi o ponto de viragem para a tecnológica chinesa. A Huawei mostrava ambição de concorrer com os grandes, mas ainda estava longe desse percurso. Em apenas três anos conseguiu estabelecer-se na cabeça dos consumidores – quem procura um novo smartphone e não considera a marca pode estar a cometer um erro. A linha Honor, por exemplo, é das que apresenta melhor relação qualidade-preço. A Huawei só não tem um sucesso maior porque o mercado norte-americano deixa-se influenciar muito por questões políticas. Mas o problema é deles, são eles que ficam a perder.

Bom domingo.

iPhone 7 tem um botão virtual em caso de emergência: Nos novos iPhone o botão principal do dispositivo deixou de ser mecânico para passar a ser háptico – ou seja, na prática o botão não se está a mexer, mas produz uma sensação nesse sentido. Agora um utilizador descobriu que o iPhone 7 tem um botão Home virtual para quando a versão física deixa de funcionar. Poderá a Apple no futuro largar por completo o botão Home?
Fonte: MacRumors




EUA tinham plano para lançar ciberataque à Rússia: A Casa Branca terá encarregue a CIA de encontrar diferentes formas de ataques informáticos que pudessem lançar contra a Rússia. O objetivo passaria por devolver na mesma moeda alguns alegados ataques russos que estão a condicionar as presidenciais nos EUA, mas também tentar revelar os esquemas de offshores que alegadamente são praticados por alguns oligarcas russos.
Fonte: NBC News

Investigadores criam ‘ponte’ que poderá ligar computadores quânticos: Um dos desafios da computação quântica não é criar os computadores em si, mas criar computadores com um grande número de qubits – a unidade básica da computação quântica. Agora um grupo de investigadores dos Sandia National Laboratories conseguiram criar uma ponte de ligação entre qubits dentro de um mesmo chip. Isto abre portas para a possibilidade de ligar muitos computadores quânticos em rede para se formar um computador quântico mais poderoso.
Fonte: Motherboard

Huawei já vendeu 100 milhões de smartphones este ano: A tecnológica chinesa tem feito um número considerável de lançamentos de alto perfil e a estratégia parece estar a resultar. Quando ainda faltam dois meses e meio para o final do ano – e uma das épocas mais fortes, o Natal -, a Huawei já vendeu o mesmo número de smartphones que tinha vendido em 2015. Ainda este ano deverá lançar o Mate 9 para reforçar o seu portfólio de equipamentos.
Fonte: GSMArena

HTC Bolt pode vir sem entrada de áudio de 3,5 milímetros: A HTC deverá apresentar mais um smartphone ainda antes do ano terminar e a tecnológica parece concordar com a visão da Apple de que o headphone jack já não acrescenta valor. O Bolt volta a surgir, alegadamente, em algumas imagens antes do tempo, mostrando um equipamento que está muito em linha com o estilo visual que a HTC costuma aplicar aos seus dispositivos.
Fonte: VentureBeat

Sem mais artigos