Tentar perceber o modo de funcionamento da computação quântica pode ser um desafio. Isto porque o conceito que sustenta este formato acaba por ir contra o pensamento binário para o qual somos educados. Já fizemos um trabalho especial no qual explicámos em que consiste a computação quântica. O melhor mesmo é todos começarmos a aprender sobre esta área pois é uma tecnologia que vai começar a ganhar destaque. A IBM já tinha sido a primeira empresa a disponibilizar publicamente um computador quântico que podia ser usado por qualquer pessoa – aqui. Agora a IBM também quer começar a fornecer serviços de computação quântica para as empresas. Os computadores quânticos ainda estão a viver a sua infância, mas quando o seu verdadeiro potencial for desbloqueado, então vamos estar perante um digno herdeiro da Lei de Moore.

Boa segunda-feira.

IBM vai vender serviços de computação quântica já este ano: A tecnológica norte-americana confirmou que vai dar acesso aos seus sistemas de computação quântica a parceiros selecionados ainda durante 2017. O anúncio foi feito pelo líder desta divisão, Scott Crowder, que acredita que atualmente os computadores quânticos já podem ser complementares em algumas tarefas de indústrias específicas, como a indústria química.
Fonte: CNet




Pioneiro das baterias de iões de lítio propõe nova bateria três vezes melhor: John Goodenough foi um dos coinventores das baterias de iões de lítio, aquelas que equipam smartphones, tablets, computadores e até veículo elétricos. Agora o investigador, já com 94 anos, faz parte de uma equipa de investigadores que diz ter encontrado um novo método de armazenamento de energia. As novas baterias teriam três vezes mais capacidade de armazenamento graças à troca dos eletrólitos líquidos por uma camada de vidro.
Fonte: Fortune

Cientistas criam origami que se dobra sozinho: Investigadores da Universidade da Carolina do Norte, nos EUA, desenvolveram um método de interação entre luz e plástico – quando em contacto dá-se uma reação química que faz o plástico assumir uma posição diferente. Os cientistas conseguiram criar um origami que se dobra sozinho. Para obter este resultado imprimiram o origami com plásticos de diferentes cores e que reagem a diferentes espectros de luz.
Fonte: The Verge

Navegador de internet Brave agora suporta sincronização entre computadores: Quando foi lançado no ano passado, o Brave tentava destacar-se pela aposta em tecnologia nativa de adblocking. Mas faltavam outras funcionalidades ao browser para poder ser verdadeiramente competitivo. Uma dessas funcionalidades era a sincronização entre dispositivos. Agora o Brave suporta sincronização entre computadores, mas continua a faltar a sincronização entre computadores e dispositivos móveis – um dos próximos passos que a empresa pretende dar.
Fonte: Engadget

Snapchat já foi instalado 500 milhões de vezes no Android: Quando a Snap Inc. revelou os seus ‘segredos’, um dos aspetos que ficou em evidência foi a maior aposta da empresa no iOS do que no Android, mesmo com o sistema operativo da Google a ter mais utilizadores. Um dos objetivos da Snap Inc. no futuro passa por prestar maior atenção à versão do Snapchat para Android. Agora a empresa atingiu um marco importante no ecossistema móvel da Google: já foi descarregado 500 milhões de vezes.
Fonte: Android Police