Depois de uma primeira fase em que o Instagram era mais dedicado à fotografia criativa, a plataforma rapidamente viu o número de utilizadores aumentar. Mais pessoas trouxeram uma maior diversificação de interesses. As áreas da moda e do lifestyle são duas que têm grande destaque no Instagram, por isso não é de estranhar que o comércio eletrónico seja o próximo passo óbvio para a rede social. Quem pode ficar em maus lençóis são plataformas como o Pinterest – o ecommerce também é atualmente uma das grandes apostas desta plataforma. No final o Facebook fica assim com uma posição ainda mais interessante no comércio eletrónico.

Boa sexta-feira.

Warner Bros. compra Machinima: O grupo norte-americano terá pagado perto de 100 milhões de dólares para ficar com a produtora de conteúdos de videojogos e cultura geek. A Machinima vai agora integrar a rede digital da Warner Bros., numa tentativa de captar um público mais jovem para a Time Warner. Recorda-se que a Time Warner foi comprada pela operadora de telecomunicações AT&T por 80 mil milhões de dólares.
Fonte: Variety




Amazon está a promover descontos exclusivos através da Alexa: Aquela que é uma das maiores forças no comércio eletrónico está a testar um novo formato de vendas. Quem tiver um dispositivo equipado com a assistente digital Alexa vai ter acesso, até ao dia 21 de novembro, a descontos exclusivos relacionados com a Black Friday. Os dispositivos da Amazon como a Echo ou a Dot ainda estão limitados a poucos mercados, mas mostram a aposta num formato diferente nas compras online.
Fonte: Fortune

Instagram confirma que comércio eletrónico é a próxima etapa para a plataforma: Há muito que o Instagram deixou de ser uma rede social onde a qualidade das fotografias e a originalidade dos filtros eram os elementos em destaque. O Instagram tem crescido em utilizadores e em funcionalidades, com o comércio eletrónico a ser a próxima grande fronteira. O diretor de gestão de produto, Vishal Shah, confirmou as ambições da empresa no segmento do ecommerce. Atualmente o Instagram está a testar um piloto com 20 marcas, exclusivamente para utilizadores do iOS nos EUA.
Fonte: Engadget

Operadora britânica Three Mobile alvo de ataque informático: Os dados de seis milhões de clientes da empresa podem estar em risco. A empresa admite que houve um acesso à sua base de dados e que os atacantes conseguiram entrar nos sistemas através dos dados de autenticação de um funcionário. A Three Mobile não diz quais os dados que terão sido roubados.
Fonte: The Telegraph

Continua a polémica da touch disease nos iPhone 6 Plus: A Apple reconheceu finalmente que há unidades do iPhone 6 Plus que têm um problema no ecrã, defeito que na comunidade internacional tem sido apelidado de touch disease. Este problema faz com que o ecrã por vezes deixe de funcionar e perca até a sua capacidade multitoque. A questão é que apesar de reconhecer este problema, largos meses depois de várias queixas apresentadas pelos clientes, a Apple ainda quer que os consumidores paguem 150 dólares pela reparação.
Fonte: Motherboard

Sem mais artigos