Ano novo, problemas velhos. O caso dos Samsung Galaxy Note 7 que ardiam sem motivo aparente vai continuar a perseguir a empresa asiática durante vários trimestres, mas há uma questão importante a resolver neste problema: o que é que causou os problemas? Já foram partilhadas algumas teorias, mas continua a faltar a explicação oficial da Samsung. E só a explicação oficial da empresa pode trazer algum sossego aos consumidores, investidores e à própria marca. A Samsung precisa de limpar definitivamente e da melhor forma possível a ‘mancha’ do Galaxy Note 7 antes de avançar para a revelação do tão falado Galaxy S8.

Boa segunda-feira.

MBWay tem 155 mil utilizadores: Apesar do números de utilizadores registado atualmente, o serviço de pagamentos móveis digitais da SIBS tem uma taxa de utilização de apenas 11%. Valores partilhados pela empresa dizem que desde o lançamento do serviço que o montante de compras pagas é de 2,2 milhões de euros.
Fonte: Público




Fundação de Bill Gates vai investir em implante para prevenir VIH: São 140 milhões de dólares de investimento numa pequeno dispensador automático que deverá ser colocado dentro do corpo humano. O método desenvolvido pela Intarcia Therapeutics liberta uma dose diária de um fármaco que ajuda a prevenir a contração do vírus VIH, o vírus que está na origem da SIDA.
Fonte: Quartz

Dell XPS 13 pode ganhar versão convertível: É reconhecido como um dos mais bonitos portáteis com o sistema operativo Windows, sobretudo pelo ecrã de 13 polegadas que quase não tem extremidades. Agora a tecnológica norte-americana estará a pensar em trazer o conceito do ecrã Infinity Edge para um dispositivo convertível. O equipamentos poderá ser anunciado no CES 2017.
Fonte: Windows Central

Samsung deve revelar este mês o problema que afetou o Galaxy Note 7: O caso dos Samsung Galaxy Note 7 só estará verdadeiramente ‘enterrado’ quando a própria tecnológica revelar os resultados das suas investigações internas. Deverá ser já durante o mês de janeiro que a empresa vai partilhar esses dados. Recorda-se que a empresa Instrumental apontou o design agressivo do Note 7 como o grande motivo para as unidades defeituosas.
Fonte: Reuters

LG vai apostar na robótica durante o CES: O Hub Robot deverá ser um dos destaques da tecnológica sul-coreana. O objetivo é que este robô sirva como plataforma central da casa inteligente, mas possa ao mesmo tempo ter funções de assistente digital. Ainda não é certo qual o software que a LG vai integrar no equipamento.
Fonte: Engadget

Sem mais artigos