É a grande tendência tecnológica de 2017. Raro é o dia em que não se encontra uma notícia com a combinação de palavras ‘inteligência artificial’. Esta tem sido a grande aposta das maiores tecnológicas do mundo e aos poucos os resultados vão aparecendo. A Microsoft e o Facebook fizeram experiências muito distintas, mas cada uma terá um impacto igualmente forte em áreas também elas distintas. A Microsoft está a ajudar as máquinas a resolverem problemas complexos. O Facebook está a ajudar as máquinas a entenderem melhor o que dizemos. Isto para concluir o quê? Apesar de várias empresas estarem a trabalhar na mesma área, estão a trabalhar objetivos diferentes. Isto vai acelerar ainda mais o desenvolvimento da IA para que possa estar acessível aos consumidores o mais rápido possível e no maior número de vertentes possível.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Google Drive vai ter novas funcionalidades de backup: No dia 28 de junho a Google vai lançar uma nova aplicação de desktop da Drive. A maior das novidades está no facto de os utilizadores poderem fazer um backup direto das diferentes pastas que têm no computador, o que facilita manter uma cópia de tudo o que vai produzindo, sejam documentos, fotografias ou outros ficheiros. Ainda não é certo como vai funcionar o download desses ficheiros em múltiplos dispositivos.
Fonte: The Verge

Fabricante diz que novo iPhone vai ter carregamento wireless: Quando a Apple apresentou os AirPods, disse que acreditava num futuro sem fios. Parece que o novo iPhone vai ser mais um passo em direção a esse ‘futuro’, pois vai ter carregamento por indução, confirmou o fabricante Wistron. Recorda-se que já existem vários smartphones no mercado com esta funcionalidade. O mesmo fabricante disse ainda que o próximo smartphone também deverá ser resistente à água, algo que também não é novo no mercado.
Fonte: Nikkei

Sistema de inteligência artificial da Microsoft bate recorde: Ms. Pac-Man não é um jogo tão conhecido como o Pac-Man original, mas o título tem sido usado como plataforma para treinar sistemas de inteligência artificial. No mês passado a Microsoft conseguiu bater o recorde de pontos no jogo, atingindo assim uma meta que muitos jogadores humanos e não-humanos já procuraram, mas não conseguiram atingir. A empresa acredita que este sistema poderá ajudar as máquinas a resolverem problemas complexos. Ficou também desfeito o mistério: a pontuação máxima do jogo é de 999.990 pontos e depois disso o contador regressa ao zero.
Fonte: Wired

Facebook ensina máquinas a negociar: O Facebook é outra das empresas que tem investido bastante no desenvolvimento da inteligência artificial. Agora a rede social publicou uma investigação onde explica como desenvolveu uma tecnologia que permite aos sistemas de IA ter conversas com capacidades de negociação. Em termos prático o Facebook desenvolveu um diagrama de prioridades, mas os investigadores gostaram dos resultados alcançados ao nível da interação com linguagem natural.
Fonte: TechCrunch

Neste dia, no ano passado, foi assim: Twitter não desiste da música e Harley-Davidson compromete-se com motociclo elétrico