O que mais impressiona no Netflix é que quando a empresa começou como um serviço de distribuição de DVD, todos já tinham em mente um cenário onde o catálogo fosse distribuído através da internet. Isto é que é ter visão de mercado. Mas além de horizontes alargados, os responsáveis do Netflix conseguiram concretizar uma expansão agressiva como poucos outros serviços fizeram até hoje. A plataforma de streaming existe em mais de 180 países. Ainda assim há sempre alguém que lhes bate o pé, neste caso a China. A empresa anunciou que por agora vai desistir de tentar entrar no gigantesco mercado asiático. A opção passará por licenciar a operadores nacionais os conteúdos do Netflix. Mas não se deixe enganar. Esta decisão apenas acontece pois o Netflix tem conseguido bater as suas próprias estimativas de crescimento. Quando este crescimento estiver em risco, a China será novamente a prioridade número um.

Boa terça-feira.

Netflix aumenta número de subscritores para 86,7 milhões: O preço do serviço de streaming nos EUA gerou alguma apreensão sobre a possibilidade de os utilizadores procurarem alternativas. Mas parece que o Netflix está de pedra e cal no mercado. A tecnológica conseguiu 3,2 milhões de novos subscritores e pela primeira vez ultrapassou os dois mil milhões de dólares de receita num trimestre. Os conteúdos proprietários – Strangers Things, Narcos – estão a ser apontados como o segredo para este crescimento.
Fonte: Bloomberg




Razer compra empresa de áudio THX: A THX foi fundada em 1983 por George Lucas e depois de um período onde já teve maior presença no mercado, sobretudo nos cinemas, vai ser comprada pela Razer. Não são conhecidos os valores do negócio, mas começa-se a conhecer melhor os planos da Razer a longo prazo: tornar-se mais numa empresa multimédia e menos numa marca de periféricos.
Fonte: The Verge

Tribunal diz que serviços secretos britânicos violaram regras da privacidade durante 17 anos: O Investigatory Powers Tribunal, um organismo judicial criado especificamente para lidar com os abusos de poder das agências de inteligência, concluiu que as organizações secretas GCHQ, MI5 e MI6 violarem os princípios europeus da privacidade com os programas de espionagem que mantiveram durante vários anos. O caso parece assim confirmar ainda mais as revelações feitas por Edward Snowden a propósito do escândalo de espionagem da NSA.
Fonte: BBC

Apple tem um novo diretor para a área de inteligência artificial: Russ Salakhutdinov é investigador na Universidade de Carnegie Mellon, nos EUA, e agora também vai fazer parte das altas chefias da Apple – será o novo diretor para a área de inteligência artificial. Russ Salakhutdinov terá a seu cargo vários projetos da empresa à medida que cada vez mais AI é vital para diferentes componentes de software, mas é na Siri que estão centradas todas as expectativas.
Fonte: Engadget




Samsung vai compensar fabricantes parceiros pelo Note 7: Era um smartphone que ia vender milhões de unidades e que ia trazer bastante negócio para os fabricantes de hardware parceiros da Samsung. Para evitar conflitos a tecnológica garantiu que vai pagar pelas partes do Note 7 fabricadas e não usadas. Admite também recorrer a esses parceiros no fabrico de outros smartphones.
Fonte: Reuters

Primeiros smartphones com suporte para 5G podem chegar em 2018: A Qualcomm revelou o seu primeiro chip que suporta a próxima geração de telecomunicações móveis, garantindo que o smartphone pode atingir velocidades de download de 5 Gbps. O Snapdragon X50 deverá chegar ao mercado na primeira metade de 2018, altura em que poderemos ver os primeiros dispositivos com suporte para redes 5G.
Fonte: Engadget