Uma grande parte dos aspetos da vida atual já dependem da tecnologia para funcionar. No futuro este cenário será ainda mais completo. Torna-se por isso importante uma educação de base que tenha em conta estes cenários. Não há como negá-lo: a programação será a linguagem do futuro. Saber como comunicar com todas estas máquinas e programas será um requisito de diferenciação no curto prazo, mas será um requisito obrigatório no longo prazo. Portugal está atento a estas mudanças e tem feito apostas neste sentido. A disciplina de Programação Computacional é apenas mais um destes investimentos. Se os nossos jovens estiverem confortáveis com a tecnologia, Portugal pode tornar-se num núcleo importante dentro da Europa.

Bom domingo.

Donald Trump vai reunir com principais líderes tecnológicos dos EUA: Na próxima quarta-feira o presidente eleito vai ter um encontro bastante importante, ou não tivesse ele convocado as figuras de proa do mundo tecnológico. Tim Cook da Apple, Larry Page da Google, Sharyl Sandberg do Facebook, Satya Nadella da Microsoft, Chuck Robbins da Cisco, Ginni Rometty da IBM e Safra Catz, da Oracle, entre outros, foram convidados a comparecer na Trump Tower.
Fonte: Recode




Crytek estará com dificuldade em pagar salários: Depois de uma situação de quase falência em 2014, o estúdio alemão estará outra vez a passar por dificuldades financeiras. Têm surgido na internet vários relatos de salários em atraso – em alguns casos chegam a dois meses – e também de pagamentos fora de horas. A Crytek não comentou oficialmente o caso.
Fonte: Polygon

Portugal tem 44 mil crianças no 1º ciclo e na pré-escola a aprender programação: A disciplina chama-se Programação Computacional e já abrange um grande número de crianças nas escolas portuguesas. O objetivo é ensinar aos mais novos aquela que será uma das linguagens do futuro e prepará-los para um mundo de competências tecnológicas. Recorda-se que hoje, em Lisboa, encerra a primeira semana do Movimento Código Portugal.
Fonte: Público

Autocarro que anda por cima dos automóveis está parado: Pelo conceito pouco comum e pelo potencial que podia ter na mobilidade urbana, o Transit Elevated Bus (TEB) foi notícia em todo o mundo. O projeto chegou a ser testado, mas nos últimos meses terá sido abandonado. Desde setembro que o autocarro gigante não anda e isso deve-se potencialmente a questões ilegais relacionadas com o financiamento do projeto.
Fonte: Slashgear

Facebook que melhorar experiência de vídeo no Android: Quase dois anos depois da funcionalidade ter chegado ao iOS, o Facebook permite agora que os utilizadores do Android carreguem vídeos HD na plataforma. A rede social estará a testar ainda uma funcionalidade que permite ter uma janela de vídeo sobreposta a todas as outras, assim como a possibilidade de descarregar vídeos para ver offline.
Fonte: Android Police

Sem mais artigos