O anormal número de incidentes registados com drones em junho deste ano colocou a descoberto algumas falhas que existem na atual lei dos drones em Portugal. A Autoridade Nacional de Aviação Civil viu-se obrigada a preparar medidas adicionais e agora foram conhecidos os principais pormenores. Quem comprar um drone novo terá 10 dias para registá-lo junto da ANAC e quem já tiver um terá um mês para fazê-lo. O código de identificação da aeronave vai ficar associado ao nome do seu utilizador principal. O registo vai ser válido durante três anos, sendo depois necessário fazer uma renovação. O ato de registo de drones vai implicar um pagamento por parte dos utilizadores, não estando ainda definido o valor final. As novas regras para o quadro legal dos drones em Portugal podem ser comentadas pelas entidades do sector até sexta-feira, dia 21 de julho.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Registo de drones vai ser mesmo obrigatório em Portugal: O presidente da ANAC já tinha dito que este era um cenário em estudo e agora sabe-se que vai mesmo ser concretizado. Todos os drones acima dos 250 gramas, sejam comprados ou feitos em casa, terão de ser registados junto da entidade reguladora. A cada um dos equipamentos será atribuído um código, código esse que deve ser afixado no drone. Vai ser ainda obrigatória a contratação de um seguro de responsabilidade civil.
Fonte: TSF

Google mostra protótipo para publicidade dentro da realidade virtual: Será uma questão de tempo até que a realidade virtual seja também uma área de monetização para a publicidade. Mas devido às peculiaridades do meio, existem muitas dúvidas sobre como serão os anúncios em ambiente VR. A Google mostrou um dos seus protótipos para esta área: uma caixa flutuante associada a uma marca. Quando o utilizador olha para esta caixa, surge um ecrã grande a reproduzir um vídeo.
Fonte: The Next Web

Intel terá descontinuado divisão de wearables: O relato não é novo – a Intel desmentiu na altura as informações -, mas desta vez parece ser a sério. A Intel terá fechado a sua divisão de wearables, naquele que foi um processo gradual. Em novembro do ano passado terão ido dispensados 80% dos trabalhadores desta área, sendo que os restantes terão sido avisados há duas semanas. A Intel ainda não comentou oficialmente o caso, mas as informações apuradas dizem que o foco da empresa agora é a realidade aumentada.
Fonte: CNBC

Ethereum terá sido alvo de dois ataques informático: O ecossistema de blockchain e smart contracts está a passar um momento difícil. Esta semana surgiram dois relatos de ataques informáticos que resultaram no roubo de 37 milhões de dólares na moeda digital ether. O segundo ataque terá explorado uma falha de segurança num contrato desenvolvido pela empresa Parity, o que permitiu aos atacantes comprometerem três contas de utilizadores e desviar 30 milhões de dólares.
Fonte: Motherboard

Lenovo mostra vários projetos de equipamentos futuristas: A tecnológica chinesa quer ser mais do que uma marca de computadores e data centers. Num evento próprio a Lenovo mostrou os daystAR, uns óculos de realidade aumentada semelhantes aos HoloLens. Foi também revelada uma coluna inteligente com um projetor integrado, uma assistente digital chamada CAVA e ainda uma peça de roupa que permitirá monitorizar os batimentos cardíacos durante todo o dia.
Fonte: Engadget

Neste dia, no ano passado, foi assimCursos de informática perdem vagas e Twitter vai alargar verificação de perfis